MJ Man In The Mirror
Olá. Bem vindo ao forum Mj Man In The Mirror. Inscreva-se para ter acesso a conteúdos exclusivos, posts e comentários.
Atenciosamente Admin.

MJ Man In The Mirror

Ao eterno Rei do Pop!
 
InícioPortalGaleriaBuscarRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Michael para sempre!!

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Maíra

avatar

Mensagens : 70
Data de inscrição : 13/10/2011

MensagemAssunto: Michael para sempre!!   Qui Out 13, 2011 11:45 pm



SENSIBILIDADE

Ser sensível nesse mundo requer muita coragem. Muita. Todo dia. Esse jeito de ver além dos olhos, de ouvir além dos ouvidos, de sentir a textura do sentimento alheio, tão clara, no próprio coração. Essa sensação, às vezes, de ser estrangeiro e não saber falar o idioma local, de ser meio ET, uma espécie de sobrevivente de uma civilização extinta. Essa intensidade toda em tempo de ternura minguada. Esse amor tão vívido em terra em que a maioria parece se assustar mais com o afeto do que com a indelicadeza. Esse cuidado espontâneo com os outros. Essa vontade tão pura de que ninguém sofra por nada. Esse melindre de ferir por saber, com nitidez, como dói ser ferido.

Ser sensível nesse mundo requer muita coragem. Muita. Todo dia. Essa saudade, de fazer a alma marejar, de um lugar que não se sabe onde é, mas que existe. Essa possibilidade de experimentar a dor, quando a dor chega, com a mesma verdade com que experimenta a alegria. Essa incapacidade de não se admirar com o encanto grandioso que também mora na sutileza. Essa vontade de espalhar buquês de sorrisos por aí, porque os sensíveis, por mais que chorem de vez em quando, não deixam adormecer a ideia de um mundo que possa acordar sorrindo. Pra toda gente.

Eu até já tentei ser diferente, por medo de doer, mas não tem jeito: só consigo ser igual a mim.

(Ana Jácomo)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Maíra

avatar

Mensagens : 70
Data de inscrição : 13/10/2011

MensagemAssunto: Re: Michael para sempre!!   Qua Out 19, 2011 3:05 pm

"Brilhar é acreditar na força que se têm, desvendar seus mistérios, e aí então deixar que suas luzes se derramem alma adentro, é carregar estrelas, é conduzir um candeeiro, para que, onde quer que se vá, longe, alto, possam os outros perceber sua claridade."


Voltar ao Topo Ir em baixo
Maíra

avatar

Mensagens : 70
Data de inscrição : 13/10/2011

MensagemAssunto: Re: Michael para sempre!!   Qua Out 19, 2011 3:07 pm

"O valor das coisas não está no tempo em que elas duram,
mas na intensidade com que acontecem.
Por isso existem momentos inesquecíveis,
coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis".
(Fernando Pessoa)

Voltar ao Topo Ir em baixo
Maíra

avatar

Mensagens : 70
Data de inscrição : 13/10/2011

MensagemAssunto: Re: Michael para sempre!!   Qua Nov 02, 2011 8:41 pm



SILÊNCIO
De repente, um silêncio tão bem dito que não entendi mais nada. Ao contrário de outros, alguns silêncios apagam a luz.

Bendita seja a claridade das palavras também quando permitem que dúvidas sejam dissolvidas. Que equívocos não sejam alimentados. Que distâncias não cresçam. Que a confiança prevaleça. Que o afeto não se torne encabulado.
Bendita seja a claridade das palavras também quando ficamos no escuro da incompreensão, tateando as paredes deste cômodo pouco ventilado à procura de um interruptor qualquer que acenda o nosso entendimento.

Bendita seja a claridade das palavras também quando aproximam, em vez de afastar. Quando nos possibilitam o conforto da verdade, mesmo que ela desconforte. Quando simplesmente queremos saber o que está acontecendo com as pessoas que amamos simplesmente porque amamos.

Bendita seja a claridade das palavras quando ditas com o coração. Ele sabe como acender a luz.
(Ana Jácomo)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Maíra

avatar

Mensagens : 70
Data de inscrição : 13/10/2011

MensagemAssunto: Re: Michael para sempre!!   Sab Nov 05, 2011 2:48 pm



RESGATANDO A INOCÊNCIA

"É fácil confundir ser inocente com ser ingênuo ou infantil. Todos queremos parecer sofisticados; todos queremos habilidades de sobrevivência. Ser inocente é não ser isso. [...] É ser simples e confiável como uma criança: nada de julgamento ou comprometido com apenas um ponto de vista. Se você está preso em um modelo de pensar e responder, sua criatividade se bloqueia. Você perde o vigor e a magia do momento. Aprenda a ser inocente novamente, e esse vigor jamais sumirá" (Michael Jackson, in Dancing The Dream).



Ser inocente passa longe de ser infantil. A inocência é o estado de pureza da essência, o jeito descomplicado de existir sem ser irresponsável ou negligente. Eu diria que é a única forma de ser feliz.

Inocência é a personificação da simplicidade, da naturalidade, da espontaneidade, da autenticidade, da não-manipulação. O inocente não julga, porque também não critica. O inocente não tem crença sobre nada e está aberto a todas as transformações e mudanças; está aberto ao novo. Em outras palavras: é flexível.

Inocência é não culpar e muito menos cobrar; simplesmente compartilhar sem expectativas.

Por isso se diz que a criança é inocente, pois ela não tem crenças, não tem códigos de comportamento pré-estabelecidos, não tem preocupação (pré-ocupação = ocupar-se inutilmente antes da hora), não pensa - portanto, não é escrava da mente; tudo para ela é novo, é explorável, é conquistável, é excitante. Vive somente o momento presente, como se não existissem ontem e amanhã; é sempre um papel em branco pronto para receber o conhecimento que sua curiosidade sadia lhe proporciona.

"Quando se está plenamente presente e desperto na verdade da vida, se está em um estado de inocência, existindo em um estado de não-conhecimento, como se estivesse experienciando e tocando tudo pela primeira vez." (Leonard Jacobson - 2010). Isso equivale dizer que resgatar a inocência é romper com a tirania da mente (passado) e entregar-se à vida vivida na realidade alegre do momento presente.


Inocência é não manipular para falsear uma imagem possível de aceitação coletiva. É bancar ser quem se é, mesmo sabendo que o mundo irá surrá-lo tentando fazê-lo encaixar-se nos padrões sociais, culturais ou religiosos.


Inocência é achar graça em desenhos animados, emocionar-se com um conto de fadas, ver beleza no desenho torto e incompreensível de uma criança, é ter lágrimas nos olhos e uma estranha sensação de felicidade só por estar de mãos dadas com o ser amado.


É preencher um álbum de figurinhas aos 50 anos de idade ou pisar a poça d'água só para ver o chão chorar para cima; é rir de si mesmo, soltar pipa, pular amarelinha, andar de roda-gigante sem se importar com o julgamento dos outros e sem medo de que ela possa cair...


Geralmente, quando nos tornamos adultos, passamos a ter medo de viver porque tudo se torna perigoso, tudo configura risco = neurose! Passamos a temer o outro e nos isolarmos internamente, a temer a natureza e nos dissociarmos dela, a temer o castigo e nos distanciarmos da Divindade. O adulto mata o Deus que habita em si.


Inocência é ainda conseguir perceber e se inebriar com as cores de um por-do-sol ou a carícia de uma leve brisa; e principalmente ser capaz de agradecer pelo fato de ainda podermos usufruir dos benefícios do sol e do ar.

Resgatar a inocência é abandonar o ego, é desfazer a caricatura do aceitável, é desmontar a pressão de ser o que não se é para se encaixar na exigência do outro. É não querer mudar o outro para que se encaixe nos seus ideais de excelência.


É não ter medo de parecer ridículo, esquisito, fora da fôrma imposta pelo social; é rejeitar neurotizar-se para parecer adulto.


Resgatar a inocência é tirar a máscara de ferro do tenho que ser e simplesmente ser; a máscara de ferro do normal e simplesmente ser natural.

SER INOCENTE É SIMPLESMENTE SER ASSIM...
NATURALMENTE LIVRE E FELIZ!


Fonte: http://almaceltica.blogspot.com/
Voltar ao Topo Ir em baixo
Maíra

avatar

Mensagens : 70
Data de inscrição : 13/10/2011

MensagemAssunto: Re: Michael para sempre!!   Dom Nov 13, 2011 1:25 pm



Moscou 1993 - O Show Boicotado

Samvel Gasparov, cineasta russo, conta a história do concerto de Moscou em 1993:

Eu ouvi falar de Michael Jackson pela primeira vez nos anos 70. Sabia algumas de suas canções, mas nunca fui um fã. Trabalhei como motorista de caminhão, em seguida, fui para a faculdade, e comecei a amar Joe Dassin, Charles Aznavour, Tom Jones e Engelbert Humperdinck. Mas eu sempre soube que Jackson, era um grande cantor.

No início dos anos 90, meu sonho era fazer um filme chamado "Run brother, run".. Alguns cineastas americanos expressaram algum interesse no script, e em 1992 fui para a Romênia, onde alugamos uma fundação. Naquela época, Michael Jackson estava se apresentando em Bucareste, e um amigo em comum, me apresentou a seu produtor Marcel Avram.

Marcel me pediu para ajudar a gravar o concerto de Michael e eu fiz o que pude. Foi um prazer. O desempenho dele deixou-me estarrecido: Jackson me impressionou muito - era inegavelmente um gênio,.Eu fui apresentado a ele pessoalmente e me lembro quando apertei sua mão fria e pálida.

No segundo dia, num jantar, falei com Avram sobre meu desejo de fazer o meu filme nos EUA e minha necessidade de dinheiro. Até então eu tinha feito uma oferta para fazer cinco filmes nos EUA.

"Eu gosto de você", disse Avram. "Se você quiser, nós podemos levar Michael para Moscou. Assim, você pode organizar os concertos e fazer algum dinheiro." Eu pensei que seria ótimo, mas sinceramente não acreditei que fosse possível. privadas russa criada com a finalidade de fazer filmes, e teve gente boa na minha equipa. Mas logo depois de Abrão enviou seus homens para Moscou para ver Dessa, a empresa que me levou na época. Foi uma das primeiras empresas

De repente, o projeto foi lançado. O dinheiro foi relegado para o último dos meus pensamentos. Estava cheio de entusiasmo, queria levar o evento para os rapazes – afinal era a primeira vez que uma grande estrela visitava a Rússia.

Desde a visita da delegação de Avram até setembro de 1993 fique ocupado com os preparativos. Foi minha primeira experiência no show business, e não poderia imaginar que seria tão dura e imprevisível. Eu pensei que todos os "tubarões" iriam ajudar e me apoiar neste projeto, mas foi exatamente o oposto - colocaram obstáculos no caminho e tentaram fazer com que o show não existisse. Eu senti que os nossos esforços seriam em vão. Eu mesmo recebi várias chamadas com ameaças. Fomos atacados pela mídia, escreveram que eu era o rei da indústria de bebidas e líder da máfia “chechena’. Eles disseram que eu havia organizado o concerto para vender vodka no estádio. Foi um pesadelo!

Também divulgaram que Jackson era um pedófilo. Mas todas essas dificuldades nos empurraram para frente. Decidimos que tínhamos de fazer o show, não importando o que aconteceria.

Os preparativos já estavam em andamento. Nós fizemos o que tinha que ser feito para uma estrela. Por exemplo, pedimos um mobiliário de couro preto, 45 bicicletas e vários computadores. Nós tivemos que cobrir o campo inteiro de futebol do estádio, aluguel de carros, aluguel de suíte presidencial do Hotel Metrópole para Jackson com sua segurança pessoal e seu círculo íntimo, e os quartos do Hotel da Ucrânia para o resto da equipe. Durante todo o projeto que eu tinha um pressentimento de que algo ruim iria acontecer antes mesmo da chegada de Michael.

Jackson ao aeroporto três dias antes do show. Você pode se surpreender, mas eu tirei uma foto com ele. Acho que foi um dia antes do show, pois vi uma longa fila de funcionários da embaixada americana na entrada do estádio. Jackson estava perto de uma parede, todos eles vieram, um por um para conseguir uma foto com ele. Com um sorriso aceitou os abraços. Foi muito bom para mim e poderia ter usado outra chance, mas eu odeio essas coisas. Quando tudo isso é para você, deve ser insuportável. Achei que Jackson não gostaria que eu o pressionasse a fazer amizade comigo. Por exemplo, nunca sentei perto dele, ou comecei uma conversa. Me comunicava principalmente através de sua produtora, responsável pela segurança e pelo seu médico.

Normalmente Michael estava relutante e não tomou decisões. Nas nossas reuniões ele sentava em um canto e escutava em silêncio. As negociações foram conduzidas principalmente por Avram. Fiquei impressionado com sua calma e como conseguia cantar e dançar, trazendo para o mundo um entretenimento muito louco. (Isso inclui a mim, eu estava literalmente chocado com o concerto na Romênia).

Quando Jackson fazia perguntas, não respondia diretamente. Avram analisava se a pergunta era sobre o show ou se ele queria uma visita à cidade. O agente de segurança diria "sim" ou "não".

Uma vez, 1:00 da madrugada, ele me pediu para levá-lo a algum lugar onde encontraria um borsch [sopa típica da Rússia], e todos nós tivemos que ir a um restaurante perto do monastério de Danilov. A comida servida era maravilhosa, mas ele só comeu o borsch e gostou.

Em outra ocasião, durante uma visita à cidade, ele gostou do uniforme de um capitão da polícia e perguntou onde eu poderia comprar um igual para ele. Nós conversamos com o policial e ele gentilmente se ofereceu para dar a Michael um uniforme completo. De fato, na manhã seguinte, enviou um uniforme ao hotel, e isso fez com que Jackson se sentisse infantilmente feliz. Achou tudo divertido, como uma criança.

Ele tinha o sonho de ver um desfile na Praça Vermelha até o mausoléu. É claro que era algo impossível tentar organizar um desfile da divisão de Taman Alabin. As autoridades nos ajudaram a construir uma plataforma onde Michael pôde ver o desfile. Marchou com as tropas enquanto sua equipe registrava em vídeo. Naquele dia, ele estava alegre e em êxtase. Era realmente como uma criança grande. Eu o vi sentado em seu quarto, brincando com carrinhos no chão. Vocês já devem tê-lo visto rodeado por crianças! Parecia tornar-se uma pessoa diferente e sempre feliz por dar autógrafos.

Um amigo meu me pediu para convidar Michael para a Academia de Ballet onde sua filha se apresentaria. Eu achei que ele não concordaria pois sua programação nos dias em Moscou já estava completa com visitas os pontos turísticos, compras e reuniões com políticos e pessoas do mundo da cultura. (Eu também perguntei a muitas estrelas da música pop russa se queriam conhecer Michael, mas geralmente elas recusaram o convite).

Em vez disso, quando eu sugeri o convite de meu amigo, Michael concordou de imediato. Cancelou uma viagem para a cidade e fomos juntos ao balé. A recepção das crianças a Michael foi incrível, e tiraram muitas fotos com ele. Fiquei muito feliz e ele parecia não querer ir embora. O presidente Yeltsin não teve a chance de conhecer Michael, mas eu realmente tive.

Finalmente, os nossos "amigos" fizeram um bom trabalho. As vendas dos ingressos foram muito baixas. Na verdade, foram bloqueadas no escritório do caixa. Nós mesmos tentamos comprá-los, mas fomam informados de que "já haviam sido vendidos" ou "o escritório estava fechado."

Em 15 de setembro, no dia do show, o estádio estava quase vazio. A chuva começou a cair desde a manhã. Perto da estação de metrô alguém começou a espalhar o boato de que o show havia sido cancelado pela chuva, então as pessoas voltaram para casa. Disseram que se Jackson subisse ao palco naquele dia iria quebrar a espinha. Em seguida, veio a notícia de que a equipe de Michael tinha levado drogas para o estádio. A polícia entrou com cães à procura de drogas em toda parte. Não encontrando nada, eles se foram, mas logo alguém deixou um recado dizendo que tinha uma bomba no estádio! Então eles voltaram e começaram a procurar a bomba ... foi uma loucura. Pessoas tentaram sabotar nossos planos. Eu percebi que era o fim. Enquanto isso, agentes de inteligência prenderam um policial que esteve sob as escadas do palco. Ele tinha sido colocado lá escondido para gravar imagens de Jackson fora do palco para seus registros. Agentes de inteligência são durões, e pensando tratar-se de um assassino contratado, amarrou-o, quebraram sua câmera e pegaram sua arma de serviço ... Voces podem imaginar em que condições eu me encontrei? Foi uma coisa atrás da outra!

Estava chovendo, 50 a 60 pessoas estavam em frente ao palco sob guarda-chuvas, esperando. O show foi suspenso. Houve um silêncio. Sentei-me no meu escritório com a minha equipe. Estava uma pilha de nervos. O projeto acabou, eu tinha perdido. O dinheiro que tínhamos antes desta aventura foi pelo menos para um curta-metragem, mas até então tínhamos perdido dinheiro. Eu disse adeus ao meu sonho de fazer filmes.

Foi quando um dos meus companheiros disse que uma senhora me esperava. Eu estava em choque, totalmente frustrado e eu não me importava com quem queria falar comigo. Ela veio ensopada pela chuva e chorando. Tinha um desenho em suas mãos. Era uma foto de Michael Jackson feita por sua filha. Na verdade, era mais parecido com Che Guevara ou Leo Tolstoy. A senhora me contou uma história horrível sobre sua filha que estava quase cega de nascença - só podia ver por um olho que tinha uma visão de 4%. Ela implorou para eu pedir a Jackson que autografasse para sua filha quase cega.

Acho que foi Deus quem me enviou a velha com o desenho ... Agarrei-o e levou-o para Michael. Eu juro que eu não pensei no fracasso do show ou do dinheiro que ele havia perdido. Meu único pensamento foi: "E se esta menina recuperar a visão quando ver o autógrafo de Jackson?

Entrei no clube e vi Michael Jackson sentado vestido com sua roupa para o concerto completamente imóvel com as mãos no colo. Em seguida, vi seu médico, Marcel Avram, e seu guarda-costas. Eles ficaram surpresos ao me ver com aquele pedaço de papel e não podiam imaginar o que poderia ser. Expliquei-lhe através de meu intérprete. Marcel Avram explodiu: "Você está louco! Você perdeu uma quantidade insana de dinheiro! Você fez um trabalho incrível e foi tudo para o inferno Não tem nada melhor para fazer?" Eu disse: "Sim, eu posso ter perdido, mas eu preciso do autógrafo. E se a moça recuperar a visão? Pense nisso como se você tivesse investido todo o dinheiro para comprar uma empresa!" Jackson, que estava ouvindo a nossa conversa, de repente disse a Abrão: "Não sabia que a minha assinatura custava tanto ... Eu vou agir. Chamem o povo, por favor, eu não posso cantar em um estádio vazio. E vou precisar de muita toalhas para secar o palco.. ". Em seguida, ele assinou o desenho. Não, eu não posso dizer o quanto eu apreciei aquela senhora ...

Não me lembro como eu contactei Vladimir Aleshin, o diretor do estádio, para pedir ajuda. Felizmente, ele compreendeu a situação e mandou abrir as portas do estádio. Todas as pessoas sem ingressos que haviam se reunido ao redor do palco (graças a Deus, existiam pessoas suficientes lá fora) correram para dentro.

Enquanto isso, minha equipe, juntamente com um policial encontraram uma loja, quebraram a fechadura (já era tarde e estava tudo fechado) e conseguiram dois conjuntos de toalhas. Escreveram uma nota explicando aos proprietários, e o policial ficou conta da loja, para que não se pensasse que a casa havia sido invadida e furtada.

Hoje, muitos anos depois, é difícil explicar como me senti. Quando tínhamos perdido toda a esperança, de repente tudo começou. Jackson iria subir no palco. Ele atravessou o corredor e subiu as escadas. Seus seguranças o escoltaram lentamente, Jackson estava incrivelmente calmo. Pensei: "Cara, como você vai fazer?" Ele saltou a escotilha do palco em meio a nuvens de fumaça. A chuva não parava de cair. O público esqueceu de respirar. "

Memórias de fãs que assistiram ao concerto:

"... Eu estava na primeira fila de fãs. Passei muitas horas encharcado até a cueca, cansado da música dos Beatles que estava tocando no palco vazio. E de repente, aqueles caras enormes negros saem do palco (eles eram grandes) e começam a secar o palco com toalhas. E assim por 20 minutos ... 40 minutos ... Alguém na platéia grita: "O que você está fazendo?" Deixe-o! "Esta é a Rússia!"

Ninguém acreditava que eu viveria. Ficou claro para todo mundo que era um outro golpe.

Então começou a soar música empolgante e grandes telas que estavam em ambos os lados do palco mostravam fotos de Michael Jackson através dos corredores, com um olhar de determinação em seu rosto. Então, alguma coisa explodiu, um homem de roupa dourada saltou de um buraco para apenas cinco metros de mim e congelou no palco.

O silêncio se seguiu. "É um boneco!" gritou alguém perto de mim.

E então nós vimos o vapor que saia da boca do boneco. 'Jam' começou. Jackson estourou e começou a dançar.

Ele tinha lágrimas nos olhos. Enquanto escrevo, foi ótimo. As 2 horas de show inteiro se passaram como se tivesse durado alguns segundos ... "

Samvel Gasparov continua:

"Acho que ele sabe como reservar suas energias e depois liberá-las para o público ... Michael dançando como um trovão explodiu no céu, confirma Samvel Gasparov. "O estádio inteiro explodiu. Eu nunca tinha visto nada parecido em minha vida. Lágrimas de alegria escorriam pelo meu rosto. Um amigo se aproximou de mim e me ofereceu uma garrafa de vodka. Não percebi a princípio que era álcool, senti a água fria. Eu terminei a garrafa, entrei no carro e fui para casa. Eu não poderia mesmo ficar no estádio - estava tão preso. Eu não me lembro como cheguei em casa. Naquela noite, minha esposa me disse: você ganhou, começou o concerto! Você já fez o seu trabalho. Dane-se o dinheiro! Nós podemos vender a casa e os carros se precisarmos, para pagar as dívidas. O importante é que você fez. Ele está cantando, as pessoas estão ouvindo! "

Claro que não lucrei com o show. Avram,no dia seguinte, só me pediu para pagar as despesas do plojeto - Jackson não iria cobrar seu cachê, que deveria ser em torno de mais de US $ 400.000. Foi um gesto nobre e generoso. Eu acho que ele entendeu que nós fizemos a nossa parte.

O vimos sair para o aeroporto e nos disse adeus. Eu não vi Michael e nem Abram depois. Em 1996, quando Jackson visitou Moscou pela segunda vez, eu estava fora da cidade. Se não tivesse fora, poderia ter ido vê-lo.

1993 foi um ponto de virada na minha vida. Parecia que eu estava perdido por um tempo. Naturalmente, nenhum sonho de Hollywood desapareceu. Deixei a equipe ... É uma pena que tudo acaba bem. O que tenho dos meus inimigos? Nada. O show aconteceu.

Agora todo mundo fála novamente sobre Jackson. Acho que as pessoas deveriam deixá-lo em paz. Não acredito em nenhuma dessas histórias sujas sobre ele. Ele foi um homem que subiu no palco por uma menina cega, por cima de obstáculos, e se entregou perfeitamente! O mundo perdeu um gênio. É tão triste ... Não há dúvidas de que Michael Jackson será lembrado na história por centenas de anos, como os Beatles e Elvis. "

Embora Samvel não tivesse mencionado, o show foi no dia seguinte da denúncia de abuso sexual infantil feita por Evan Chandler. É fácil imaginar como Michael estava se sentindo nesse dia ...











Fonte: http://tudoemteunome.blogspot.com/
Voltar ao Topo Ir em baixo
Maíra

avatar

Mensagens : 70
Data de inscrição : 13/10/2011

MensagemAssunto: Re: Michael para sempre!!   Ter Nov 15, 2011 2:14 pm

Auditório Michael Jackson‏

Em 1989, Michael esteve em sua antiga escola Gardner Street Elementary, onde nomearam um auditório em sua homenagem , chamado "Auditório Michael Jackson" - Hollywood, na California...

O nome de Michael foi lá colocado em 11/10/1989 e ficou durante anos. Seu nome ficou encoberto quando acusado de pedofilia até 15/10/10. Depois de falecer seu nome voltou a ser reconhecido nessa escola!


Michael Jackson
em sua antiga escola Gardner Street Elementary

(Legendado)




Texto de Charles Thomson.
“A Constituição dos EUA determina que cada cidadão americano tem o direito a um julgamento justo e que até ser provado culpado, cada cidadão se presume inocente. Este é um princípio fundamental da vida americana e constitui a própria base do sistema legal dos EUA.

Michael Jackson era um cidadão dos EUA, não é diferente de qualquer outro. Ele tinha os mesmos direitos que qualquer outro cidadão e quando ele foi exonerado por um júri, ele deveria ter saído do tribunal sem mancha no seu caráter, assim como qualquer cidadão dos EUA.

Mas Michael Jackson não era tratado como qualquer outro cidadão, não antes de seu julgamento, e não durante o seu julgamento e não depois de seu julgamento.

O julgamento de Michael Jackson foi um dos resíduos mais frívolos do dinheiro do contribuinte e um dos mais horrendos abusos de poder na história da Califórnia. Na prossecução Jackson, oficiais da polícia da Califórnia violaram os termos de seus próprios mandados de busca, roubou documentos de defesa, conduzido invasões ilegais, vazou documentos selados para a mídia, abusaram verbalmente de Jackson em entrevistas de televisão e foram apanhados tentando plantar evidências de impressões digitais durante as audiências do grande júri. Isto é a definição do dicionário de um processo malicioso.

Depois que Jackson foi absolvido com base de que a acusação não tinha provas e nem testemunhas convincentes, que deveria ter sido o fim da questão. Mas uma combinação de propaganda manipuladora lançado pela acusação de má qualidade e relatórios nas mãos da mídia fez com que Jackson não fosse capaz de sair do tribunal de Santa Maria sem mancha no seu caráter. Foi-lhe negado esse direito fundamental. A censura continuou o nome de Michael Jackson no Gardner Street School é uma continuação desta injustiça.

Ao longo desta campanha, a equipe de Gardner Street School terá ouvido falar muito sobre o trabalho de caridade de Jackson e seus esforços humanitários, mas de certa forma, isso é tudo irrelevante. Lê-se quase como uma lista de qualidades redentoras, mas esta questão não exige qualidades redentoras. Esta questão é muito simples. Michael Jackson era um cidadão dos EUA, com os mesmos direitos que todo e qualquer cidadão dos EUA. Ele nunca foi comprovado culpado, logo ele era inocente. Continuando a cobrir o nome de Jackson, mesmo depois de sua absolvição implica fortemente que ele era um homem culpado. Isto é injusto, inconstitucional e anti-americano.

Gardner Street School deve decidir, mais uma vez mostrar o nome de Michael Jackson em seu auditório, não com base em uma petição ou uma lista de realizações humanitárias, mas simplesmente porque é a coisa certa a fazer.

Continuar a censura ao nome de Jackson no auditório é um golpe contra tudo que a América é suposto representar, e um gesto de apoio para a acusação maliciosa, abuso de poder e da erosão das liberdades civis.

Em resumo, descobrir o nome de Jackson seria um gesto de apoio a tudo o que o sistema de justiça americano representa. Para continuar a censurar o nome de Jackson seria um gesto de apoio a tudo o que está errado com o sistema de justiça americano.

Cabe ao pessoal da Gardner Street School para decidir quais desses valores que pretendem incutir nos seus alunos.”

Fonte: tudoemteunome.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo
Maíra

avatar

Mensagens : 70
Data de inscrição : 13/10/2011

MensagemAssunto: Re: Michael para sempre!!   Qui Nov 17, 2011 12:52 pm

Discurso comovente de Dr. Patrick Treacy sobre Michael Jackson em Gardner St. Elementary School.

Em 22 de junho de 2011, Dr. Patrick Treacy médico e amigo de Michael Jackson, fez um discurso comovente em sua memória, na Gardner Elementary School Street em Los Angeles, Califórnia. Escola que agora exibe com orgulho, mais uma vez, o nome de Michael Jackson em seu auditório “Michael Jackson Auditorium”.

Vídeo e transcrição a seguir.


http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=yA4NcqoyD00

“Há cinquenta e três anos, nascia um garoto negro em uma pequena cidade em Indiana. Este era um tempo diferente, um tempo em que o Movimento dos Direitos Africano-Americano Civil tentou ganhar liberdade da opressão por americanos brancos.
Foi também um tempo em que a próxima geração do pós-guerra norte-americanos ia crescendo, os filhos de soldados que foram prisioneiros libertados da tirania dos campos de prisão como Auswitch e Buchenwald, um tempo em que toda a Europa se preencheu de uma profunda e duradoura gratidão pelo povo americano.

Como Elie Wiesel, um sobrevivente do Holocausto judeu, disse em um discurso em uma importante reunião de dignitários da Casa Branca em 1999:
" allowscriptaccess="always" allowfullscreen="true"Gratidão é o que define a humanidade do ser humano".

E a gratidão é o que devemos ter agora, hoje, por aquele jovem garoto negro americano. Seu nome era Michael Jackson, alguém que tive o privilégio de chamar de amigo, alguém que muitas vezes ficou sozinho para defender as crianças no mundo, cuidar dos carentes, das vítimas da doença e da injustiça.
Michael estava muito incomodado pelo sofrimento que viu no mundo e ainda mais pela indiferença por ela. Suas primeiras palavras quando nos encontramos foram: "Muito obrigado por ajudar o povo da África."
Não houve ares e graças, sem Pompa e circunstância e sua única preocupação era com a vida das pessoas que viviam em outros continentes diferentes do nosso.

Tinhamos ido a África e vimos a devastação da praga do HIV em primeira mão e quando discutimos isso, havia lágrimas em seus olhos e ele disse que tínhamos que fazer algo juntos para o povo da África. Ele planejava realizar um grande concerto em Ruanda e iríamos juntos em seu avião particular, e em seguida, veríamos seu grande amigo, Nelson Mandela. Infelizmente, esses eventos não eram para acontecer e o mundo perdeu um de seus grandes humanitários.
Nesse discurso, Elie Wiesel também tinha algumas palavras para dizer sobre indiferença. Ele disse, "Ser indiferente ao sofrimento do mundo é o que faz o ser humano desumano."

Para a pessoa que é indiferente, seu vizinho é de nenhuma importância. Suas vidas não têm sentido porque a indiferença reduz o outro a uma abstração. Indiferença sempre beneficia o agressor, nunca a sua vítima, cuja dor é ampliada quando ele ou ela se sentem esquecidos.

Michael Jackson sentiu essa dor, não apenas pelas crianças com fome, mas para si mesmo quando o povo da América permaneceu indiferente à injustiça cometida contra ele, fazendo dele um prisioneiro virtual em sua própria terra, fazendo-o procurar refúgio no Oriente Médio e, eventualmente, encontrar solidão na Irlanda, minha terra natal.
Que ironia, alguém que se importou tanto com o resto da humanidade foi rejeitado por sua própria gente . Era uma dor que ele sentiu profundamente que em uma ocasião ele comentou comigo, mas a maioria das vezes ele não queria falar sobre isso e eu nunca quis abrir essas memórias dolorosas ... tê-lo como um exilado, estava além da norma.
Michael Jackson nunca foi indiferente. Ele trouxe luz onde havia escuridão, a esperança onde havia desespero, ele nunca se afastou da crueldade, quando ele poderia dar a compaixão. Nós
apenas começamos um novo século, um novo milênio.
Os primeiros dez anos têm sido dos mais brutais que o planeta já encontrou.
O século começou com ataques terroristas ao World Trade Center e ao Pentágono. Estas ações tem arrastado esta grande nação em conflitos no Iraque e no Afeganistão. Houve guerras em mais de vinte países, que lançaram uma sombra escura sobre a humanidade: tanta violência, tanta dor ... ..
Se há uma coisa a fazer hoje para preservar a memória de Michael Jackson, é não ser indiferente ao sofrimento que vemos ao nosso redor no mundo.
Há momentos em que sinto Deus tenha abandonado este mundo, o terrível terremoto no Haiti onde os corpos foram cortados por edifícios como serras, a funerária na Zâmbia, onde batiam pregos na madeira dos caixões até tarde da noite, as ruas da Irlanda do Norte, onde gargantas são cortadas com garrafas de cerveja por pronunciar uma palavra com o acento errado.

Eu vivi em Bagdá, eu tenho sido um prisioneiro de Saddam Hussein, eu carrego as feridas da guerra da Irlanda do Norte e eu digo a vocês aqui hoje que há um Deus que olha para baixo em tudo que está errado e Ele trouxe-nos Michael Jackson para ajudar a resolvê-lo.


Mais de setenta anos atrás, um navio com uma carga humana de mil judeus, foi se afastando do porto de St. Louis de volta para a Alemanha nazista. O navio, que já estava nas costas dos Estados Unidos, foi enviado de volta e as pessoas para o destino do ditador.

Isso aconteceu nos Estados Unidos, um país com a maior democracia, a mais generosa de todas as nações da história moderna. Está acontecendo novamente hoje, bombardeando e aterrorizando com crianças inocentes em terras estrangeiras. Não deixe que isso aconteça, levante-se para as coisas que Michael representava, para acabar com a injustiça, para combater a doença e tentar salvar o planeta em que vivemos.

Qual será o legado de Michael Jackson?
Como ele será lembrado pelas gerações que ainda não nasceram?

Vamos ser gratos a Deus que nos enviou um anjo para viver entre nós por um tempo e não sejamos indiferentes aos males que vemos ao nosso redor.
Se Michael sempre quis que fizéssemos uma coisa que iria fazê-lo feliz, como ele olha sobre nós hoje, seria para não nos afastarmos das vítimas da opressão e agressão, e em caso de dúvida sobre saber como agir .... basta pensar: “O que Michael faria?”

-Dr. Patrick Treacy, 22 de junho de 2011

Fonte: http://www.heeheeshamone.com/

http://michael-iloveyoumore.blogspot.com
Voltar ao Topo Ir em baixo
Maíra

avatar

Mensagens : 70
Data de inscrição : 13/10/2011

MensagemAssunto: Re: Michael para sempre!!   Qui Nov 24, 2011 1:32 pm

O Artista Greg Hildebrandt fala sobre Michael Jackson



"Fiquei muito feliz por ter a oportunidade de passar algum tempo com Michael em 1988 durante sua turnê Bad, e em 1989 em seu rancho, Neverland Valley.

Em 1988, Michael me convidou para passar alguns dias com ele durante a turnê. Estava atuando em Nova Jersey na época. Como eu morava em Nova Jersey, disse-lhe que ficava bem, conduzindo para fora da cidade, mas ele insistiu que eu ficar em uma suite no Helmsley Palace. Passamos muitas horas juntos e fui para todos os concertos com ele. Foi realmente uma experiência maravilhosa.

O que me impressionou desde o primeiro momento que conheci Michael era o quão inteligente ele era. Claro, que eu conhecia a sua música e sabia que era um artista incrível, mas não tinha ideia de sua paixão pela arte e história da arte. Ele estava especialmente interessado nos Ilustradores americanos. Passamos muitas horas a falar de Maxfield Parrish, NC Wyeth, Howard Pyle, Jesse Wilcox e, claro, o seu favorito, Norman Rockwell.

Michael enviou um caminhão blindado para o meu estúdio e recolheu cerca de 150 das minhas pinturas. Elas estavam inclinadas em volta de toda a suite e passamos algum tempo a discutir a minha arte e literatura clássica. Michael também foi um ávido colecionador de livros e fiquei surpreso ao saber que ele tinha cada um dos livros que eu tinha ilustrado.

Greg mostra a Michael suas pinturas, tendo a companhia também de Bubbles.













“Mas a minha maior surpresa veio quando ele me pediu para lhe dar algumas aulas de desenho. Logo percebi que ele tinha um talento natural para a arte. Sentamo-nos e fizemos esboços, conversamos e comemos pipoca. Foi agradável e descontraído.”

Michael tendo aula de pintura com Greg.





É muito claro por este esboço feito por Michael Jackson,
que o talento dele não era apenas para música.



Michael era também um grande fã de animação e filmes da Disney. Ele queria muito produzir filmes. Infelizmente isso não estava destinado a ser.

Em 1989, Michael pediu-me para ir a Neverland. Passei nove dias com ele no rancho. Ficou muito claro para mim que Michael tentou criar a infância que ele nunca teve. Foi de novo uma grande experiencia, um momento muito especial na minha vida.

Michael Jackson era o Rei do Pop. Assim é como o mundo se vai lembrar dele. Este é o seu legado. Mas para aqueles de nós que tivemos a oportunidade de passar algum tempo com ele, ele era muito mais que isso, Michael era inteligente, divertido, apaixonado e carinhoso. Ele tinha mais energia do que qualquer um que eu já tinha conhecido. Ele era um artista brilhante. Ele amava a vida.

Nós vamos sentir a sua falta. Desejamos que Deus o ajude na sua jornada.

Pré-produção de esboços feitos pelo artista Greg Hildebrandt para um filme de ação que Michael Jackson iria estrelar num papel de super-herói.





O filme nunca se concretizou. A pintura foi colocada à venda por US $25.000



Esboços feitos por Greg para Michael em Neverland, em 1989. A pintura nunca foi finalizada.












Uma carta que Michael escreveu para Greg, na parte de trás de um formulário de voo da Pan Am.



Tradução
“Greg obrigado pelo momento mágico na minha vida, espero que tenha sido o mesmo para você, por favor venha visitar-me em Neverland.
Vamos esperar que isto seja o começo de uma longa amizade e nunca perca o seu espírito juvenil, isso é imortal.
Love sempre
M. Jackson”

Nota de Adin: Esta carta que Michael escreveu a Greg, circula por ai por outros blogs como sendo uma carta escrita por ele “para uma mulher misteriosa” o que não é verdade.

Fontes de Pesquisas Diversas e Tradução da Adin / tudoemteunome.blogspot.com

.........
Voltar ao Topo Ir em baixo
Maíra

avatar

Mensagens : 70
Data de inscrição : 13/10/2011

MensagemAssunto: Re: Michael para sempre!!   Seg Nov 28, 2011 3:40 pm




MICHAEL JACKSON EM JULGAMENTO OUTRA VEZ
PARTE I

Escrito por Rev. Barbara Kaufmann

(Tradução Maíra)

No "julgamento do século", a acusação descansou, a defesa descansou, o júri pode descansar agora que estão dispensados. Quando é que Michael Jackson começará a descansar? Para a mídia isso não foi o julgamento de homicídio de Conrad Murray, foi "O Julgamento de Michael Jackson- morte". E grande parte do tempo, Michael Jackson, apesar de morto, esteve em julgamento.
Michael Jackson não foi tratado como um ser humano, mas como uma vaca de dinheiro. Sua morte não mudou isso. A exploração de Jackson foi legião. Por conhecidos, ajuda contratada, colegas, a indústria da música, o sistema de justiça, por famílias que procuram bolsos fundos, por puxa-sacos, bajuladores e, especialmente, pela mídia. Milhões foram feitos com a marca Jackson. O que o público não sabe, é como foi cínica e deliberada a exploração. O autor Joe Vogel, escreveu sobre o abuso cultural generalizado de Jackson em um artigo recente intitulado “Eu Sou A Besta Que você Visualizou?"
A última traição é um documentário de Conrad Murray, o mesmo doutor condenado por matar Jackson. Murray, acusado de homicídio culposo, fechou um acordo dois anos atrás com October Filmes para um documentário sobre o relacionamento dele com Jackson e seus últimos dias. Família e fãs estão perguntando como poderia a NBC, em sã consciência, produzir e transmitir um filme que explora Jackson, mais uma vez após a morte e pela própria pessoa responsável por essa morte? Murray fechou um contrato quando Jackson era colocado para dormir.
O documentário inclui cenas de "quartos particulares" na casa de Jackson, com clipes reconhecidos como fotos de Neverland Ranch tiradas em 2003, após os assistentes do xerife terem invadido e vasculhado-a. As mesmas fotos, originalmente usadas para induzir a opinião sobre os hábitos particulares de Jackson, fizeram seus caminhos no "documentário" de Murray, juntamente com alguns comentários artificiais projetados para denegrir Jackson, enquanto elevava Murray. Como é honesto um filme e suas intenções, quando habilmente editados para o impacto e as avaliações? Reminiscência do Living With Michael Jackson, (Vivendo com Michael Jackson)de Martin Bashir, transmitido pela MSNBC, outro filme habilmente editado, chamado de “documentário golpe de sucesso” que foi cinicamente produzido para avaliações e lucro, foi refutado posteriormente pela própria equipe de Jackson, que gravou as imagens simultaneamente com a equipe de Bashir. O documentário de Murray contornou o sistema de justiça, permitindo o testemunho que ele se recusou a dar no tribunal, apesar da busca frenética de uma família por respostas sobre o que aconteceu com um de seus entes queridos morto, Michael.
O julgamento de Conrad Murray, por homicídio involuntário, tornou-se "O Julgamento de Michael Jackson Morte”, porque a mídia há muito tempo aprendeu que ligar o nome de Jackson a qualquer coisa, aumenta os lucros. Pessoas promoveram cinicamente suas próprias infâmias, ainda vinculando-se a Jackson sabendo que estórias negativas sobre ele aumenta a atenção. Repórteres inventaram estórias e não ficaram de fora do jogo com fins lucrativos, a tendência atual mídia logo seguiu o exemplo. Um grande segmento da população ainda acredita na caricatura tabloide de Jackson e nas acusações das quais ele foi exonerado.
E eles erroneamente acreditam nos auto-proclamados "especialistas em Michael Jackson", que nunca sequer conheceram o homem e têm uma agenda e uma razão para perpetuar a caricatura mito, para evitar a exposição de suas traições do passado, usam um ser humano com fins lucrativos e para futuras carreiras. A propaganda sobre Jackson diz mais sobre o escritor do que sobre seu assunto. Nick Davies, na exposição Flat Earth News, afirma que o público ficaria enojado com a tática cínica da mídia e de como eles manipulam para que o á la jornalismo tablóide torne-se a tendência atual.
Fãs de Michael Jackson, que têm tentado alertar os consumidores durante anos sobre a agenda racista e exploração da mídia de Jackson, emitiram um comunicado esta semana: "Os fãs de Michael Jackson tiveram o bastante. Ridicularizem-nos, se você necessita, chamem-nos nomes, dizem-nos que apenas pensamos em Michael como um “ídolo”, mas não somos os que vendem sua memória, objetivando-o e fazendo dinheiro dele.” Eles convocaram um boicote à NBC e seus patrocinadores.
Murray pode ter administrado a dose fatal de veneno, mas o evenenamento da opinião pública sobre Jackson, pela mídia, foi implacável e prolongado. Será que a mídia torturou um homem até à morte por nada mais do que classificações e lucro? O homem mais famoso do mundo foi também o mais ameaçado. A campanha tabloidiana na exploração e linchamento de Jackson foi sem precedentes e durou décadas. Exploradores de Jackson vêm de todas as posições possíveis, desde faxineiras aos médicos e um rabino, guia espiritual, que publicou gravações de sessões privadas de Jackson, tudo para fazer um dinheirinho com a marca dele.
Os médicos ficaram ultrajados pelo tratamento irresponsável de Murray e sua violação às leis HIPAA e à confidencialidade do paciente. Eles acham inacreditável que um médico, agora criminoso condenado, contornasse a lei e testemunho em tribunal e tramasse um documentário para lucrar com o próprio homem que ele matou.
Os fãs, cientes de que a opinião pública sobre eles também tem sido manipulada, estão preocupados que o público continue a permitir que a imunda exploração da mídia contra figuras públicas e continuem enganados inconscientemente. Um fã escreveu:
"Nossas salas de estar não devem ser áreas de despejo de materiais imundos que tiram dos seres humanos não somente sua dignidade, mas sua própria humanidade. E os nossos no processo. Onde está o clamor público que diz “já chega”? As pessoas ficaram indignadas quando o escândalo de Rupert Murdoch, sobre telefones grampeados como primeira página das manchetes forradas de informações sensacionalistas infundadas; Onde estão eles agora? Transmitir esse documentário é vergonhoso.”
O jornalista britânico, Charles Thomson escreveu sobre a irresponsabilidade vergonhosa da mídia durante a cobertura do julgamento de Jackson em 2005, em uma composição literária chamada "O Episódio Mais Vergonhoso da História Jornalística".
Pode valer a pena ponderar por que um homem que parecia ter tudo, necessitava de tais medidas extremas para dormir. Por que ele precisava de medicação que não apenas o ajudasse a dormir, mas que o deixasse inconsciente a noite, para descansar? Como é que um vegetariano e purista que odiava as drogas passou a confiar nelas? Lembre-se, Jackson foi considerado inocente da acusação de exploração de crianças, mas a acusação iria manchar para sempre seu legado.
No entanto, o julgamento de Murray apresentou, nas palavras do próprio Jackson, seu sonho de construir um hospital infantil. Seu advogado, Thomas Mesereau, expressou preocupação sobre a imprudência de uma mídia tendenciosa, que capitaliza e exagera o drama para o lucro e avaliações, ele é acompanhado por outros advogados, como Matt Semino e Mark Geragos, que temem que o cultismo às celebridades e a manipulação da opinião pública pela mídia, venha prognosticar a justiça.
A autora Aphrodite Jones em Conspiracy: The Michael Jackson Story, Jermaine Jackson em You Are Not Alone: Michael Through a Brother's Eyes, e Joe Vogel com Man in the Music: The Creative Life and Work of Michael Jackson, assim com Armond White e outros, tentam firmar o registro honesto, contando a história verdadeira de Jackson com novos livros que contradiz o lixo das crônicas dos tabloides.
Mesmo hoje, poucas pessoas estão cientes de que em ambos os casos que acusam Jackson de prejudicar crianças, os mesmos jogadores aparecem: o promotor público apelidado de "Cachorro Louco", o mesmo advogado que recrutou e representou ambas as famílias de acusadores, o mesmo psiquiatra que relatou as acusações. Poucas pessoas percebem que esta gangue ainda socializam juntos. Tanto o FBI e os serviços sociais investigaram Jackson e não encontraram nenhum delito
Poucos compreendem o que realmente aconteceu a Jackson, porque a desumanização dele nos tabloides foi tão deliberada e a caricatura pintada completamente. Sua ruína causada pela opinião pública e pela mídia foi tão desanimador, a violação dos seus direitos civis pela aplicação da lei tão abrangente que deixou Jackson tão desanimado e desiludido que ele deixou sua pátria, o lugar onde um garotinho negro do interior da cidade, feito para Hollywood.
O último insulto veio do tabloide Sun, de Rupert Murdoch, que publicou a foto de Jackson morto na primeira página na Grã Bretanha, com o apelido racista "Jacko", cuja origem descreve macacos e pode ser um insulto usado para aqueles de ascendência africana. Dentro de horas após a publicação dessa foto no HLN, extremamente sádicos e cruéis bullies enviaram uma cópia aos filhos de Jackson com a mensagem "Do Papai, com amor."
A segunda geração de Jacksons, incluindo os filhos de Michael Jackson, foram elas próprias vítimas de bullying, suas vidas, relacionamentos e paternidade feito pastos para as fofocas dos tabloides, porque os repórteres aparentemente, rejeitam a filiação legítima ou técnicas de fertilização para as famílias sem filhos, e consideram a alternativa de paternidade e parentalidade, de alguma forma aberrante. Máscaras em público os impediram de serem reconhecidos em parques de diversões, mais tarde, quando acompanhados por guarda-costas que substituiram um pai incapaz de acompanhá-los em passeios recreativos sem causar um circo na mídia e problemas de segurança para a polícia. No entanto, a opinião pública ridicularizou Jackson por proteger seus filhos desse dano.
Há aqueles que parecem insistir que as figuras públicas e suas vidas pertencem ao público, em vez de a si mesmas, que esperam estar a par de toda e qualquer informação privada, que sentem que as celebridades não têm direito aos mesmos direitos civis dos quais todos os outros gozam. E há aqueles que fuxicam para essas compulsões, quer seja verdadeiro ou não, para avaliações e lucros, fazendo ilegalidades em telefones, e o jornalismo talão de cheques pagam grandes somas por estórias. Quanto mais devassa a estória, mais zeros nos cheques para as estórias que lincham e retalham pessoas reais em primeiras páginas – para o lucro.
Adultos se perguntam em voz alta, onde as crianças recebem as ideias que parecem tão cruéis e sem coração. Enamoradas pela celebridade, as crianças imitam os mais populares e estão conscientes dos valores apresentados pelos adultos ao redor deles. A nova geração apenas tem redescoberto Michael Jackson após seu falecimento. Você acha que eles ingenuamente perderam o espancamento de Michael pelos tabloides? Onde é que eles aprendem bullying? Eles estão assistindo a mídia e nos assistindo!

Fonte: http://www.huffingtonpost.com/rev-barbara-kaufmann/michael-jackson-trial-media_b_1093132.html

COPIEM, COLEM E REPASSEM ESSE TEXTO.
Vamos unir nossas forças para evidenciar Michael ao mundo.
Vamos propagar as verdades sobre Michael na mesma ou em maior proporção que os lixos são criados.
Vamos combater toda manipulação da mídia e todo lixo criado com as verdades.
Unidos chegaremos lá!!!

Michael...I love you more L.O.V.E.
Amor incondicional sempre!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Maíra

avatar

Mensagens : 70
Data de inscrição : 13/10/2011

MensagemAssunto: Re: Michael para sempre!!   Qui Dez 01, 2011 9:46 pm




MICHAEL JACKSON EM JULGAMENTO OUTRA VEZ

Parte II

Escrito por Rev. Barbara Kaufmann
Tradução: Maíra

O Julgamento de Conrad Murray por homicídio involuntário, tornou-se predição sobre Michael Jackson, em vez de seu médico, porque o uso de Propofol era incomum e o paciente era famoso. No tribunal, a exibição das garrafas de medicamentos foi um grande drama e a mídia aproveitou e correu para publicar "vício de Michael Jackson.

“Um olhar mais atento sobre as datas, o número de comprimidos prescritos, medidos em relação ao número tomados, o número deixado e o espaço de tempo em que as pílulas estiveram no quarto, não provam que Jackson era um viciado, mas que ele era, na realidade, não complacente aos medicamentos que lhe foram prescritos. Mas isso não é atraente; e tudo isso só é atraente ganhando telespectadores para um julgamento que estava previsto para ser “maior do que o julgamento de Anthony Casey." Só que não foi. Fadiga da histeria, talvez? Tivemos o bastante?

Especialistas em HLN pareciam impulsionar o rótulo "viciado", porque isso era adequado para suas agendas de promoção de livros e carreiras. "Michael Jackson" tem promovido muitos livros e carreiras, involuntariamente, enquanto as pessoas recrutam seu nome para suas próprias finalidades. O HLN não foi exceção. Um médico especialista em dependência saltitou igualmente sobre o "viciado" apesar das informações conflitantes entre o vício, rótulos de frascos e uso, apesar dos registros médicos entrarem em evidência por não estarem assinados e serem confusos. Registros questionáveis do médico foram autorizados no tribunal, mas o médico não foi capaz de explicar o tratamento de Jackson, com procedimentos faciais para reconstruir seu rosto. Jackson tinha Vitiligo e Lúpus Eritematoso Discóide. A mesma doença que deixou o selo no artista, e cicatrizes faciais. É totalmente justo que o rosto de Michael Jackson fosse tratado e esculpido, ele ganhava a vida no palco.

Esso mesmo médico também admitiu a hipótese de que o uso noturno de Propofol foi responsável pela má condição dos pulmões de Jackson que era bem conhecido por informações de que Michael Jackson tinha Deficiência Sintetase Triptofano, que é uma doença pulmonar caracterizada pela falta de proteína para lubrificação. Fãs de Michael Jackson poderiam ter esclarecido qualquer uma dessas cabeças falantes, mas na verdade nem verificaram os fãs. Se você quiser saber algo sobre um esporte ou uma figura da cultura pop, pergunte aos fãs que sabem tudo sobre eles.

Em equidade aos especialistas, a cobertura poderia ter sido muito pior e os fãs poderiam ter sido retratados em uma luz muito mais pobre ou mais escura. Infelizmente a orla de admiradores foram destacados e que incluía os teóricos da conspiração que acreditam que Jackson está vivo e escondido. E, na maior parte, os fãs se comportaram bem, exceto por uma briga ocasional.
Os mainstream fãs de Jackson que recebem menos atenção do que a orla falante, são articulados, pensativos, brilhantes; e interessados em justiça e vingança. Muitos são profissionais que contribuem para a sociedade, pagam seus impostos e criam filhos nos subúrbios e cidades. Eles têm uma história interessante para contar à sociedade, que ninguém nunca quer ouvir. O que eles têm a dizer é chocante.

O julgamento, ao que parece foi tudo sobre Michael Jackson, apesar dos namoricos de Murray serem bem conhecidos - sete filhos com seis mulheres, sua metodologia, mesmo em sua clínica, pareceram imprudentes para outros médicos e alguém arriscou: "A única coisa mais perigosa que Murray poderia ter feito era empurrar Jackson de um avião sem pára-quedas. “E que médico envia um estoque de medicamentos para uma residência privada? Qual o médico que usando uma droga perigosa não tem o equipamento de emergência adequado, necessário para a segurança e para a ressuscitação, quando ele é o único, caso aconteça algo com o paciente? Os medicamentos rotulados exigem isso como protocolo. Uma simples bomba reguladora que poderia ter salvado a vida de Jackson, regulando o fluxo de Propofol de acordo com o peso e as orientações de dosagem, teria custado 1.500 dólares de um salário mensal cem vezes maior. Murray era dono de uma clínica, se ele poderia requisitar Propofol em massa, ele poderia requisitar equipamentos médicos que teriam salvado a vida de Jackson.

Sim, era o julgamento de Michael Jackson porque mais uma vez, Jackson foi levado a julgamento, mesmo após a morte. E é irônico que a peça mais convincente de evidências não veio do Ministério Público ou da defesa, mas do próprio Michael Jackson.

Jackson, a quem uma enfermeira anestesista disse soar como se ele estivesse sob a influência do Propofol, sem câmeras filmando, nenhuma mídia no acompanhamento, foi claro sobre sua motivação, sua intenção e seus planos futuros, mesmo nesse estado sedado. Ele disse:

“Elvis não fez. Os Beatles não fizeram. Quando as pessoas deixarem meu show, eu quero que eles digam 'Eu nunca vi nada parecido em minha vida. Vá. Vá. Eu nunca vi nada parecido com issto. Vá.. é incrível. Ele é o maior artista do mundo.’ Estou tomando esse dinheiro...um milhão de crianças, um hospital infantil, o maior do mundo. Hospital Infantil de Michael Jackson. Vai ter uma sala de cinema, sala de jogos. As crianças estão deprimidas ...nos hospitais, não há salas de jogos, nenhum cinema. Eles estão doentes porque estão deprimidos, sua mente está deprimindo-os. Eu quero dar isso a eles. Eu me preocupo com os anjos. Deus quer que eu faça isso. Deus quer que eu faça isso. Eu vou fazê-lo, Conrad. Não têm esperança suficiente, não mais esperança. Essa é a próxima geração que vai salvar o nosso planeta começando com...bem falar sobre isso. Estados Unidos, Europa, Praga, meus bebês. Eles andam por aí sem mãe. Elas os abandonaram, elas se foram - uma degradação psicológica ...isso. Eles chegam a mim, por favor, leve-me com você. Eu quero fazer isso por eles. Vou fazer isso por eles. Isso será lembrado mais que minhas performances. Minhas performances estarão lá em cima ajudando minhas crianças e sempre será meu sonho. Eu as amo. Eu as amo, porque eu não tive uma infância. Eu não tinha infância. Eu sinto sua dor. Eu sinto sua ferida, eu posso tratar dele. 'Heal the World', 'We are the World’ , ‘Will You Be There?’ ‘The Lost Children’. Estas são as canções que escrevi porque me machuco, você sabe, me machuco.”

O hospital infantil ou um centro de cura era o sonho de Michael Jackson. E esta não é a primeira vez que o objetivo de tratamento médico e cura de crianças surgiu no legado de Michael Jackson. Quando a declaração atrapalhada de Jackson foi relatada pela primeira vez, Jane Velez Mitchell, da HLN declarou no ar, que esta gravação de Jackson prova o que os fãs de Michael Jackson têm dito o tempo todo - que Michael foi mal interpretado e descaracterizado e o rancho Neverland foi deturpado para o público. Ela chamou a conversação em defesa de Michael Jackson. Ela mencionou isso somente uma vez, e nesse mesmo dia, pessoas que fabricam dinheiro com “pedaço de sucesso” de biografias, castigaram-na no Twitter, e ela foi silenciada.

Conrad Murray não é a primeira nem a última pessoa a estar a par do sonho de Michael Jackson em relação as crianças. Em um artigo da jornalista italiana, Silvia Bizio, Anjelica Huston que contracenou com Jackson no filme Captain EO para a Disney, acidentalmente, encontrou com Michael Jackson, cerca de um mês antes dele morrer. Eles se abraçaram, agacharam-se juntos em uma sala e pegaram-se na vida um do outro.

Huston lembrou-se de Michael como sendo suave e frágil, com problemas para reunir a ira suficiente para realizar seu papel em Captain EO, espaçonave com uma tripulação que canta "Estamos aqui para mudar o mundo." Ela disse que era como se a raiva não existisse em seu DNA. Ele necessitava dela ali, no traje e desdenhando do destino para trazer para fora seu personagem vilão. Huston disse que ele parecia ainda mais frágil emocionalmente, especialmente, durante o seu breve encontro. Ela colocou os braços ao seu redor, ela diz:

"Conversamos sobre como ele se sentiu humilhado pela acusação de abuso sexual e sobre a tristeza pela perda de Neverland, onde viveu muitos anos, eu me lembro de suas palavras. “Eles arruinaram meu sonho, eu tive esse sonho, talvez infantil e tolo, um lugar concebido para celebrar a inocência da infância que eu nunca tive, e eles tomaram isso de mim. Eu amo crianças, eu nunca poderia fazer-lhes mal. Passei toda a minha vida amando-as e tentando fazer-lhes coisas boas. A calúnia de prejudicar uma criança, isso quebrou meu coração é uma dor insuportável, essas acusações são injustas e terríveis ...” Quando ele disse estas coisas, ele começou a chorar. Segurei-o em meus braços ... Ele era tão magro e frágil. "

Jackson disse-lhe que estava se preparando para os concertos em Londres. Ela recorda:

"Ele estava ensaiando duro porque ele não teria mais nenhuma esperança de ser amado novamente.” Ele queria ser permitido de volta ao coração do público após o linchamento público que sofreu por algo que ele não fez e que um júri igualmente concordou. Houston continua: “Ele era magro e pálido, eu podia sentir muita dor nele por esse passado e muita ansiedade e incerteza para o futuro. "

Quando perguntada por Bizio, "O que você acha que realmente matou Michael Jackson?" Anjelica Huston não hesitou: "Michael tinha o coração quebrado. Por isso, ele morreu. A verdade é que eles quebraram seu coração."

Fonte: http://www.huffingtonpost.com/rev-barbara-kaufmann/michael-jackson-trial_b_1093193.html
........

COPIEM, COLEM E REPASSEM ESSE TEXTO.
Vamos unir nossas forças para evidenciar Michael ao mundo.
Vamos propagar as verdades sobre Michael na mesma ou em maior proporção que os lixos são criados.
Vamos combater toda manipulação da mídia e todo lixo criado, mostrando as verdades.
Unidos chegaremos lá!!!

Michael...I love you more L.O.V.E.
Amor incondicional sempre!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Maíra

avatar

Mensagens : 70
Data de inscrição : 13/10/2011

MensagemAssunto: Re: Michael para sempre!!   Ter Dez 06, 2011 7:15 pm



Conta pra mim...

Conta pra mim de onde a gente se conhece. De onde vem a sensação de que sempre esteve aqui, quando eu sei que não estava. Conta por que nada do que diz sobre você me parece novidade, como se eu estivesse lá, nos lugares que relembra, quando eu sei que não estive. Conta onde nasce essa familiaridade toda com os seus olhos. Onde nasce a facilidade para ouvir a música de cada um dos seus sorrisos. Onde nasce essa compreensão das coisas que revela quando cala. Conta de onde vem a intuição da sua existência tanto tempo antes de nos encontrarmos.

Conta pra mim de onde a gente se conhece. De onde vem o sentimento de que a sua história, absolutamente nova, é como um livro que releio aos poucos e, ao longo das páginas, apenas recordo trechos que esqueci. Conta de onde vem a sensação de que nos conhecemos muito mais do que imaginamos. De que ouvimos muito além do que dizemos. De que as palavras, às vezes, são até desnecessárias. Conta de onde vem essa vontade que parece tão antiga de que os pássaros cantem perto da sua janela quando cada manhã acorda. De onde vem essa prece que repito a cada noite, como se a fizesse desde sempre, para que todo dia seu possa dormir em paz.

Conta pra mim de onde a gente se conhece. De onde vem essa repentina admiração tão perene. De onde vem o sentimento de que nossas almas dialogavam muito antes dos nossos olhos se tocarem. Conta por que tudo o que é precioso no seu mundo me parece que já era também no meu. De onde vem esse bem-querer assim tão fácil, assim tão fluido, assim tão puro. Conta de onde vem essa certeza de que, de alguma maneira, a minha vida e a sua seguirão próximas, como eu sinto que nunca deixaram de estar.

Conta pra mim por que, por mais que a gente viva, o amor nos surpreende tanto toda vez que vem à tona.
(Ana Jácomo)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Maíra

avatar

Mensagens : 70
Data de inscrição : 13/10/2011

MensagemAssunto: Re: Michael para sempre!!   Qua Dez 14, 2011 9:30 am



Aos que perdem tempo criticando as " transformações" de Michael

Se as pessoas conhecessem a verdadeira história de Michael, com certeza o venerariam, porque Michael é o máximo em talento, em genialidade, em humanitarismo, em espiritualidade… Se metade da população mundial possuísse o caráter, a bondade e os ideais de Michael, com certeza esse mundo não estaria nesse caos em que se encontra.
Michael foi e será sempre o melhor cantor, o melhor ser humano, o melhor astro e o melhor humanitário, indiferente da cor de sua pele…negra ou branca.
Ninguém ganha destaque por ser negro ou branco. As pessoas não devem ser julgadas por sua cor e sim por suas ações.
Michael não faria mais ou menos sucesso, por ser negro ou branco, porque todo seu sucesso foi conquistado por sua genialidade, por sua criatividade, por sua voz angelical, por sua performance mágica… Assim como toda sua bondade e humanitarismo vieram de seu coração e caráter.
Michael indiferente da cor de sua pele, deu sempre o melhor ao mundo, tanto em talento como também em bondade.
Ninguém canta usando a pele, canta usando a voz.
Ninguém ajuda os necessitados usando a pele, ajuda com sua bondade.
A pele tem uma função importantíssima no corpo humano: a proteção do organismo, indiferente da cor. Essa é a função da pele. Não sei porque, falam tanto na cor da pele de Michael.
Michael sofria de vitiligo e fez o tratamento que deveria fazer.
…simples assim.
Michael é grandioso, Michael é um gigante ímpar…então tudo que esteja relacionado a ele, toma proporções gigantescas também. This is it.
Infelizmente, ainda tem algumas pessoas que julgam Michael por:
- Ignorância, por não conhecerem sua verdadeira história. São pessoas desinformadas e manipuláveis, que acreditaram nas mentiras que a mídia contou e não se esforçam para conhecerem a verdade.
– Preconceito, dão mais valor a cor da pele. A cor da pele para algumas pessoas é muito mais importante do que o próprio ser.
Michael é um exemplo a ser seguido em todos os sentidos. Michael é a mais pura reflexão de vida. Michael é amor puro!
Enquanto muitos perdem tempo criticando ou julgando a transformação física de Michael, outros agradecem a transformação espiritual que Michael fez em suas vidas.
Agradeço muito a Deus por ter Michael em minha vida de forma tão intensa. Agradeço pelo privilégio de amar, admirar e aprender muito com Michael.

ENTÃO PAREM DE CRITICAR “TRANSFORMAÇÕES” DE MICHAEL E APRECIEM O GÊNIO, REVERENCIEM O SER HUMANO ELEVADÍSSIMO QUE SEMPRE FOI E MERGULHEM NO ÊXTASE QUE ELE NOS PROPORCIONA.

Michael...I love you more...L.O.V.E
Amor incondicional sempre!!
......
Voltar ao Topo Ir em baixo
Maíra

avatar

Mensagens : 70
Data de inscrição : 13/10/2011

MensagemAssunto: Re: Michael para sempre!!   Qua Dez 14, 2011 2:25 pm



Michael Jackson em Julgamento Outra Vez
Parte III

Escrito por Rev. Barbara Kaufmann
Tradução: Maíra

Quando Michael Jackson, em um alterado estado de consciência, induzido por drogas, com a fala estigmatizada, falou sobre a construção de um hospital para crianças, não foi a primeira vez que Michael Jackson tinha falado sobre a construção de instalações médicas para crianças doentes. Ele equipou uma ala para queimados no Brotman Medical Center, em Culver City e construiu uma ala de 19 leitos no Mt. Sinai Hospital, em Nova York.

O artista David Nordahl, amigo de Michael Jackson há mais de 20 anos, e cujo trabalho foi encomendado para o Rancho Neverland, recentemente compartilhou algumas lembranças de Jackson:

"Essa conversa que eles jogaram no tribunal era tão Michael. Cuidar de crianças doentes é o que ele falava em todas as conversas que já tivemos. Ele cuidou de crianças doentes em todo o mundo. Ele pagou por um fígado para Bela Farcas; o custo era 125.000 dólares e quando eles descobriram que era para Lisa Marie Presley e Michael Jackson que decidiram dividir o custo, o preço saltou para um quarto de milhão. Bela teve seu fígado.”

“Eu não fiz apenas pinturas para Michael. Ele me pediu para fazer esboços para passeios que ele inventou em Neverland e os desenhos para condomínios que ele planejava construir para crianças gravemente doentes e suas famílias. Ele sabia que as crianças criticamente doentes curam-se melhor em um ambiente de esperança e pensamentos positivos, risos e magia. Sala escura e silenciosa favorece a depressão dos doentes, e a alegria não, de acordo com Michael, e a alegria cura. Seus condomínios tinham grandes janelas na frente e que era para imaginar olhar como casas de árvore na floresta.”



“Ele queria as janelas grandes, porque ele sabia que as crianças muito doentes, muitas vezes não conseguem dormir e acordam a noite com medo, então ele construiu um teatro ao ar livre para executar desenhos 24 horas por dia, 7 dias por semana, para que, se as crianças acordassem, elas fossem capazes de ver os desenhos animados da janela. "

Nordahl falou sobre o amor mal interpretado de Michael pelas crianças. Como ele ficou durante esse tempo, quando ele foi acusado, eu queria saber.

"Michael sabia, eu mesmo sabia, sem nenhuma dúvida, que o seu destino pessoal era para curar crianças. Era sua vocação. Ele visitou orfanatos em todo o mundo, construiu alguns, construiu alas infantis em hospitais, enviou médicos para os Balkans e até mandou um 737 com suprimentos médicos para Sarajevo.”

“Michael amava crianças, ele viveu para as crianças. Elas eram a coisa mais importante em sua vida, na verdade, elas eram a sua razão de viver. Todos os trabalhos de Michael foram dedicados às crianças, para as crianças do mundo todo ou para a criança em todos nós. O Rancho Neverland foi dedicado às crianças e estava sempre em construção. Sua semelhança com Disneyland foi intencional. Michael olhou ajudar as crianças neste mundo como sua missão de vida. Ele viajou pelo mundo defendendo as crianças e contribuindo com uma grande fortuna pessoal para causas infantis. Era a sua vida e foi a sua razão de viver. Você pode imaginar como era para ele ser acusado de prejudicar crianças? "

A história contada é que Michael como fez amizade com uma família divorciada com um menino diagnosticado com câncer, trouxe-os para Neverland, porque as crianças curavam-se lá de todos os tipos de problemas e ferimentos, ele entrou em contato com o pai do menino, que acreditava-se ser criativo e um talento não reconhecido como dramaturgo. Devastado por uma doença mental e propenso as suas ilusões, o pai acreditava que ele iria tornar-se parceiro de Jackson em sua planejada companhia de produção, a Lost Boys Productions.

Jackson, com US$ 40 milhões em dinheiro para fundar sua companhia recorde, autorizou Nordahl a concepção de alguns logos para o projeto. Antes que a pintura secasse, o pai do menino percebeu que ele nunca seria parceiro de Jackson no empreendimento, e exigiu metade do dinheiro. Quando Jackson recusou-se, o resto tornou-se fácil: fazer uma acusação e cobrar 20 milhões de dólares destinados à produção cinematográfica, a paixão de Jackson e a próxima aventura.

Infelizmente Jackson nunca chegou a realizar seu sonho de fazer filmes. Sua reputação sofreu e alguns vão sempre pensar que ele era culpado de um crime quando seu único crime foi ser "diferente". Mas gênios geralmente são excluídos de seus pares e da cultura. E podemos imaginar, dado os tempos, que mais do que um pouco do que aconteceu com Michael Jackson eram motivações raciais.

Eu apontei a Nordahl que o plano para os condomínios em Neverland incluíam cascatas que produzem íons negativos, que são edificantes e fazem as pessoas se sentirem bem, ele tinha de conhecer sobre endorfinas.


"Claro que ele sabia, tinha música ambiente em Neverland para as flores porque ele sabia que encorajava-as a crescer", Nordahl respondeu: "Michael lia o tempo todo. Ele sabia muito sobre a cura. Sabia que alegria e prazer tinham um efeito sobre os hormônios e o humor. Queria que algumas da construções em Neverland fossem segredo, para que as crianças que visitassem não soubessem antes do tempo, tudo que elas encontrariam lá, para que houvesse a alegria da surpresa. Ele sabia como iria deleitá-los e fazê-los sentir".

"Mas a magia para Michael se foi. Michael amava magia; ele pediu por elas em pinturas. Ele via o mundo dessa forma e ele deliberadamente olhou através dos olhos mágicos de uma criança, porque ele a preferia . É verdade que ele sentiu a perda da infância, mas mais do que isso, Michael gostava de ver o mundo através do novo, não-doutrinado e olhos frescos, por isso ele a escolheu. Vendo com os olhos através das lentes da inocência permitiu que sua criatividade fluísse livremente e ferozmente como um rio. Quando as acusações vieram, especialmente a última, seu rio de criatividade foi represado e secou.”

A mídia, num frenesi, usou Jackson para vender seus produtos, as manchetes dos tabloides, as fotos roubadas e não lisonjeiras. Ele passou a usar uma máscara para desencorajá-los. Fortunas foram feitas em histórias de ficção e biografias não autorizadas por pessoas que nunca o conheceram ou conheciam apenas a margem de sua órbita.

O mais altos caluniadores de Jackson são frequentemente os mais culpados do uso de Jackson e montar a histeria em torno dele para lançar e sustentar carreiras "reportagem" sobre a vida de Michael Jackson. Essas mesmas pessoas sabem que sensacionalismo vende e conscientemente contribuíram para isso. Eles ainda o perseguem mesmo na morte, repisando os crimes sempre na frente de uma câmera e afirmando sua culpa até hoje, apesar de uma montanha de evidências em contrário e um veredicto de inocência (14 contagens). Eles não podem se permitir serem expostos por suas intimidações, portanto teimosamente ocupam suas posições.

Eles o intimidaram pela cor de sua pele clareada pela doença Vitiligo; a paternidade de seus filhos apesar de adoções modernas e métodos de fertilização para casais incapazes de conceber; por suas cirurgias em uma cultura que venera a juventude e rejeita os “embalos do envelhecimento”. Bolsos profundos e uma agenda racista explicam muito porque Jackson nasceu e cresceu em uma cultura racista e se casou com mulheres brancas. O resto é explicado pelo ego que: vê as pessoas não como quem são, mas como que você está sendo.

“Alguns chamaram Neverland de um imã para criança", Nordahl me lembrou. "E foi realmente; isso foi deliberado. Mas Michael não teve a intenção que disseram que teve. Seu interesse não era prejudicar as crianças; Sua única intenção era apenas trazer alegria e magia para as crianças, eu o vi fazer isso por vinte anos. O próprio Michael tinha uma espécie de atração mágica, as crianças apenas seguiram-no. Fomos uma vez na Toys-R-Us, loja onde Michael estava comprando brinquedos para as crianças e eu virei para encontrar um mar de crianças nos seguindo. E Michael estava disfarçado. "


"As pessoas diziam que ele era um recluso, ele não era. Ele apenas sempre atraiu multidões. Havia algo sobre ele; Observar as pessoas se atirando sobre ele, era como assistir a uma onda colidindo à costa. Ele tinha a prática de sair com qualquer peça de roupa. rapidamente, porque as pessoas em torno dele, entravam em uma espécie de frenesi. Ele podia sair das roupas mais rápido do que qualquer um que já vi. "
Nordahl recorda também, a solidão que Michael sofreu.

"Antes e durante o julgamento, ele se sentiu abandonado. Ele estava sendo condenado no tribunal da opinião pública e ele estava preocupado em obter um julgamento justo. Ele se preocupava com o que aconteceria com seus filhos, se ele fosse para a prisão. Ele tinha problemas para dormir. Estávamos hospedados na casa de praia de um amigo, e eu disse-lhe que se ele não conseguisse dormir para descer e visitar-me. Ele estava preocupado que tivesse que me manter acordado, mas eu não me importava; eu sabia que ele estava solitário e preocupado. Passamos longas horas conversando e, por vezes, andamos na praia à espera do nascer do sol. Ele não conseguia dormir. Quando você tira de alguém a razão para viver, a razão para sua vida, o que resta? "

Eu quis saber se David Nordahl estava assistindo ao julgamento.

"Certamente, é difícil porque você sabe que eles tinham que fazer isso por Michael. Eu queria que o mundo pudesse conhecer o verdadeiro Michael. Michael sempre disse que, se você falou sobre o bem que você fez no mundo, você cancelou a beneficência do dom, então ele era muito reservado sobre seu trabalho humanitário. Ninguém nunca saberá o quanto ele fez por este mundo e para as crianças. O mundo nunca saberá o que perdeu, porque tiraram Michael de seu trabalho, trapacearam não apenas o seu futuro, mas trapacearam a todos nós. "

O artista David Nordahl vive e trabalha em Santa Fe, Novo Mexico, onde ele está atualmente se preparando para um show em Tucson, Arizona, na Galeria Settler West, em 19 de novembro de 2011 e em Las Vegas, em um hotel reservado, em abril.

Fonte: http://www.huffingtonpost.com/rev-barbara-kaufmann/michael-jackson-trial_b_1093206.html
Voltar ao Topo Ir em baixo
Maíra

avatar

Mensagens : 70
Data de inscrição : 13/10/2011

MensagemAssunto: Re: Michael para sempre!!   Sex Fev 03, 2012 10:31 am



Um poema, dois pássaros e uma lembrança

Buz Kohan é produtor, escritor e compositor e amigo e colaborador de longa data de Michael Jackson. Dentre suas várias realizações, estão o trabalho com o "Jackson Family Honors", "Going Back to Indiana", "Motown 25", "You Were There" – composta para a comemoração do aniversário de 60 anos de Sammy Davis Jr - assim como a festa da posse do Presidente Bill Clinton e muitos outros. Juntamente com Michael, ele co-escreveu "Gone Too Soon".

Buz lembra-se de um presente “vivo” que Michael deu a ele como agradecimento a um poema que Buz havia escrito para Michael. Foi um poema para mostrar a Michael que Buz entendia a angústia que ele estava sentindo durante uma época difícil de sua vida. Buz disse:

"Esse poema eu escrevi para Michael em 2004, quando ele estava passando por um momento muito difícil. Eu enviei a ele, e um ou dois dias depois, um mensageiro/carteiro veio até minha porta para me entregar uma grande sacola de presentes. Eu estava prestes a assinar o papel da entrega, quando ele disse que ainda havia mais. Ele voltou com um objeto de metal enorme que parecia estar piando. Eu pensei como era legal alguém ter enviado um daqueles pássaros mecânicos, mas quando eu tirei a capa que estava por cima, percebi que não havia nenhuma ave mecânica, mas sim duas lindas pombas (ou pombos) brancas, e elas estavam bem vivas.

Junto com as aves, estava um bilhete amável e sincero, me agradecendo pelo poema e me dizendo que ele tinha ficado comovido. Também havia um livro sobre aves exóticas e comida de aves para um ano inteiro.

Eu levei a gaiola com os pássaros até o jardim, e dei a eles o nome de "Billie Jean" e "Bad".

Uma noite, um animal que passava pela casa atacou Bad, e eu pensei que por ser tão próximo, Billie Jean morreria logo logo por estar com o coração ferido. Em homenagem ao seu espírito indomável, "Billie Jean" continua cantando cinco anos depois. Continue a cantar, doce ave.

Infelizmente, Michael nunca teve a oportunidade de sentar-se comigo para acrescentar música ao poema, mas eu o mantive guardado. Espero que ele possa passar uma mensagem de inspiração ao mundo… Algo que Michael sempre tentou fazer através de sua música, de sua caridade, e de sua vida. Meu amigo Michael se foi cedo demais, mas sua luz nunca vai se apagar.

Descanse tranquila, alma querida. "Buzzie Wuzzie" (era assim que Michael me chamava)

Remembrance

by Buz Kohan

Big storm blowing
Danger growing
Wind coming up from
Every side
Air is filled with
Flying objects
No relief
No place to hide

Fury follows
Shaking, breaking
Taking charge
Complete control
Whirling, swirling
All around me
Trying to
Destroy my soul

All so senseless
I’m defenseless
Caught in a frenzy
Wipped and tossed
Pushed and shoved and
When all is chaos
All is lost

More harsh raids
Resistance fades
I am alone, wind-
Blown and beat
Wind, you win
I must give in now
In disgrace, I
Face defeat

The, from way off
In the distance
There comes a tiny
Shaft of light
Growing brighter
Growing lighter
Shinning through me
Endless night

From a tiny
Ray of sunshine
There comes a brilliant
Amber glow
Touching all that
COmes before it
As I watch it
Grow and grow

With the sunlight
Comes the voices
All getting louder
More intense
Speaking to me
Pain and anguish
Let the healing
Now commence

Let the truth
Emerge before us
Let all the lies be
Drowned in shame
Le the storm
At last disperse to
Clear the air
Clear my name

You, my friends you
All sustain me
There to defend when
I’m attacked
You restore my
Faith and courage
When mirror
Has been cracked

You surround me
With your passion
Guiding my steps when
I’m unsure
Through your love I’m
Wrapped in sunlight
Once agin I
Feel secure

For your faith, I
Make this promise
I shall fail your
Trust, I swear
No disaster
Can destroy me
Long as I know
How much you care
Long as I know
Your love is There!


Tradução:

Recordação


Grande tempestade soprando
Crescente perigo
Ventos vindo de
Todos os lados
O ar é preenchido com
Objetos voadores
Nenhuma ajuda
Nenhum lugar para se esconder
A fúria segue
Sacudindo, quebrando
Assumindo o controle
Completo controle
Rodopiando, girando
Tudo ao meu redor
Tentando
Destruir minha alma
Tudo tão sem sentido
Estou indefeso
Capturado num frenesi
Chicoteado e arremessado
Empurrado e empurrados
Quando tudo é caos
Tudo está perdido
Mais ataques cruéis
Desvanece a resistência
Estou sozinho, ventania
Golpe e batida
Vento, você venceu
Devo ceder agora
Na desgraça, eu
Encaro a derrota
De um lugar
Na distancia
Surge um minúsculo
Feixe de luz
Cada vez mais brilhante
Crescendo levemente
Brilhando através de mim
Na interminável noite
De um minúsculo
Raio de sol
Chega um cintilante
Brilho de âmbar
Tocando tudo o que
Surge antes dele
Enquanto eu o vejo
Crescer e crescer
Com a luz do sol
Chegam as vozes
Todas cada vez mais altas
Mais intensas
Dizendo para mim
Dor e angústia
Deixe a cura
Começar agora
Deixe a verdade
Emergir diante de nós
Deixe todas as mentiras serem
Afogadas em vergonha
Deixe a tempestade
Finalmente se dispersar para
Clarear o ar e
Clarear meu nome
Vocês, meus amigos, vocês
Todos me sustentam
Estão lá para me defender quando
Sou atacado
Vocês restauram minha
Fé e coragem
Quando o espelho
Está rachado
Vocês me cercam
Com sua paixão
Guiando meus passos quando
Estou inseguro
Através de seu amor estou
Em luz solar
Mais uma vez
Sinto-me seguro
Por causa de sua fé, eu
Faço esta promessa
Eu não vou perder sua
Confiança, eu juro
Nenhuma catástrofe
Pode me destruir
Enquanto eu souber
O quanto vocês se importam
Enquanto eu souber que
Seu amor está lá!

Fonte: mjjTribute/tudoemteunome

http://michael-iloveyoumore.blogspot.com/



Voltar ao Topo Ir em baixo
Maíra

avatar

Mensagens : 70
Data de inscrição : 13/10/2011

MensagemAssunto: Re: Michael para sempre!!   Qui Fev 23, 2012 11:34 am



APRENDENDO COM O REI DO POP
MICHAEL JACKSON – THIS IS IT
O que eu vou dizer vai surpreender algumas pessoas. Heck, vou ser honesto. Surpreendeu-me, mas aqui vai: Vi recentemente o filme mais espiritual que já vi em algum tempo em DVD, não foi apenas um dos filmes mais espirituais que eu vi no ano passado, é um dos mais espirituais filmes que já vi. Você está pronto para isso? Foi Michael Jackson, This Is It!
Agora, não me interpretem mal, eu nunca fui o que eu chamaria um grande fã de Michael Jackson. Eu gostava dele, eu cresci com ele, eu estava tão tomado como a maioria, mais com a bizarrice do Michael Jackson, apenas como um estudante de psicologia, como um músico que tem sido abençoado para trabalhar com algumas bandas fenomenais, eu compreendi porque ele era a maneira que era. Este homem, desde o tempo de uma criança pequena, teve um estilo de vida empurrado nele que muito poucas pessoas compreenderam. Até mesmo o assim chamado Rei do Rock, Elvis Presley, teve um pouco de uma infância normal. Michael Jackson, a partir de uma idade muito jovem, nunca conheceu a realidade de uma infância que nós poderíamos relacionar, e o perigo para o desenvolvimento de uma personalidade não é perdido em mim. Também é certo que a atitude perfeccionista, condução de seu pai teve algum impacto sobre ele, não só psicologicamente, mas na música e vida que ele viveu.
Muitos críticos de Michael Jackson desejam mergulhar em seu passado, nas acusações, das quais ele foi absolvido. Eu simplesmente vou expor minha opinião aqui, essa discussão não é o trabalho de um crítico, talvez o trabalho de alguém do sistema judicial ou notícias de imprensa. Mas, enquanto todos podemos ter opiniões, este filme não endereça essas questões, e eu pelo menos estou feliz que não. Para ter feito o contrário teríamos que nos concentrar em várias coisas, principalmente especulação. O que eu vou comentar é sobre o filme.
Em primeiro lugar, uma implicância minha, a revisão de um DVD precisa ser feito no DVD. Vou ao teatro e permaneço até o final dos créditos, porque devo as pessoas que lêem minhas revisões essa cortesia de reverem todo o filme. Tento pesquisar o filme, e compartilhar minha opinião aberta e honesta do filme. Em relação aos DVDs, percebo que as pessoas trabalham duramente para conseguirem o dinheiro que têm para alugar ou comprar um DVD.
Eu quero saber quando leio uma revisão, é o produto vale a pena a compra? O que é diferente do que a versão teatral do filme (a não ser um lançamento direto para DVD)? Eu vou admitir, como um amante do cinema, como um amante do DVD, eu quero saber sobre coisas como ovos de páscoa e características especiais. Por quê? Porque essa é uma das finalidades próprias para muitos a comprar o DVD. Eu suspeito que a esmagadora maioria das pessoas que compram DVDs está comprando um filme que já viram.
Agora quanto a este DVD especial, enquanto que sempre há uma perda de vibração na transferência da Versão Tela Digital Grande para a versão de tela pequena, eu acho que a transferência e a vibração aqui realizaram-se tremendamente bem. Na verdade, se você não viu a versão digital no cinema, você pode achar que o Blu-ray ou versão HDTV é ainda melhor do que a tela em que viu ele. Fiquei extremamente impressionado com a qualidade do vídeo. A qualidade do som também foi excepcional e tão bom como qualquer transferência de DVD de uma performance ao vivo (embora com um desempenho ensaio) que eu já vi. A partir da embalagem para a qualidade do produto, este DVD escorre com qualidade excepcional.

DVD também apresenta algumas características especiais maravilhosas, incluindo dois documentários, o making of, e muito mais. É uma alegria ver um lançamento em DVD que proporcione isso, e para os fãs do filme as características especiais só por si, fazem esta compra valer a pena. Gostei especialmente das memórias da característica de Michael, que mostra o impacto que teve sobre os outros. Enquanto um pode não ter os sentimentos para Michael, essas pessoas fazem, não há dúvida, ele teve um impacto duradouro sobre aqueles com quem entrou em contato.

Para aqueles que estiveram em coma para os últimos meses, This Is It é um filme que foi montado muito rapidamente após a morte de Michael Jackson. Jackson sempre filmou suas sessões de ensaio para rever mais tarde, e enquanto eu tinha seriamente o ceticismo quanto se isto poderia ser feito de forma profissional ou se foi apenas um esquema para ganhar dinheiro, fiquei agradavelmente surpreendido. Este é um filme de qualidade que conta uma história convincente. This Is It é mais do que apenas a prática de um ensaio de sua turnê de shows que era para ser, é uma exploração do impacto que teve sobre a vida de outros, enquanto ao mesmo tempo comovente sua movimentação pessoal para a perfeição.
Também explora o que vai fazer em qualidade e desempenho em um concerto ao vivo, desde a iluminação ao som, aos ensaios, para trabalhar com a banda e além, incluindo o que teria sido uma versão 3-D incrível ao vivo do sucesso vídeo "Thriller". Infelizmente, não vamos ver essa turnê, que poderia ter sido uma das melhores performances ao vivo sempre dadas. Desde o preparo para a produção, tenho visto que nada chega nem perto, nem mesmo o U2, uma banda que eu amo muito e aprecio, ou Pink, que tem um fabuloso show ao vivo.

Alguns podem perguntar por que este filme foi tão espiritual para mim. É muito simples: em um mundo cheio de mediocridade, especialmente dentro da subcultura cristã, eu fui abençoado (raramente uso essa palavra) para ver um exemplo de alguém que tomou sua vida, seus dons tão seriamente. De ver essa pessoa, então querer compartilhar aqueles dons com os outros ao seu redor foi uma inspiração de muito propósito de que as dádivas são para: não serem matidas em nós mesmos, mas para serem compartilhadas com os outros. Nós recebemos os dons e talentos, e, em seguida, é nossa responsabilidade compartilhar essas coisas. Duvido que alguns artistas ou celebridades públicas fiçam isso, assim tão bem como Michael Jackson.

Vemos exemplos onde o gerente de palco de Jackson daria sugestões, mas é muito clara, a única pessoa responsável por performances de Michael Jackson, sua música, sua dança, e mais produção, era Michael Jackson. Ninguém controlava o homem, mas o homem encontrou uma maneira incrível de expor suas opiniões, ouvir os outros, e dar correção aos outros com amor, de modo não-ameaçador. Que grande exemplo até mesmo para alguém como eu, que funciona como um pastor.

Eu posso dar elogios após elogios para This Is It, e antes do filme, enquanto eu gostava da música de Michael Jackson, eu não era realmente o que eu chamaria de um fã. Sou agora, no entanto. É triste agora, porque não temos mais Michael conosco fora das filmagens e da música. Embora isso seja alguma coisa, eu vejo coisas como esta e meu coração quebra que muitos na sociedade não entenderam ou não deram uma chance para este real, vivo, ser humano que teve problemas, e em vez de tentar compreender essas questões éramos tão rápido para atirar pedras.

Poucos de nós nunca mergulharemos em perfeição, em qualidade, a fim de compartilhar com outras pessoas no modo, como Michael Jackson fez. Podemos considerar uma variedade de caminhos, mas para mim, espero que eu possa recordar este filme quando eu pensar em tomar atalhos. Quando eu pensar em jogar fora uma revisão em vez de tomar cuidadosamente os meus leitores a sério, pode Deus me perdoar. Quando eu pensar em fazer algo incompleto, como dar crédito a mim mesmo em vez de respeitar os que me rodeiam e lhes dar o meu melhor, pode Deus me perdoar.

O que eu penso sobre Michael Jackson hoje? É realmente muito simples. Agradeço a Deus por me dar um lembrete. Não importa o quão imperfeito Michael Jackson era, agradeço a Deus por me mostrar, através dele, o que significa tomar o meu ofício, e os corações daqueles que o ofício é criado para, mais seriedade. Que todos possamos aprender lições por isso.

Em uma escala de 1 a 10, para o número de letras no brilhantismo da palavra, dou muito merecido e abençoado 10.
Para ver esta revisão em sua forma original completo com vídeo clique aqui.

http://mikefurchesreviews.blogspot.com/2010/02/michael-jacksons-this-is-it.html

Fonte: http://live.hollywoodjesus.com/?p=5056

Veja mais... http://michael-iloveyoumore.blogspot.com/

..................
Voltar ao Topo Ir em baixo
Maíra

avatar

Mensagens : 70
Data de inscrição : 13/10/2011

MensagemAssunto: Re: Michael para sempre!!   Qua Abr 04, 2012 12:59 pm



Dançando com Michael o Sonho - (Joie e Willa)

Joie: Há duas semanas, Willa e eu demos uma olhada muito divertida na menção de Michael sobre A Força na canção "Don’t Stop Till You Get Enough" e essa discussão nos levou a dar uma olhada em Dancing the Dream, livro de poemas e reflexões de Michael. E foi tão difícil para eu não perder completamente a noção do tempo e me concentrar enquanto eu folheava o livro, porque A Força é tão maravilhosa que fiquei absorta em suas palavras. E Willa expressa um sentimento semelhante quando falamos sobre isso, então, sabíamos que tínhamos que ter uma conversa sobre este livro incrível.

Você sabe Willa, tenho que dizer que amo absolutamente este livro. E como eu o estava lendo esta semana, cheguei à conclusão que, tanto quanto eu realmente amo a música e, tanto quanto a música significa para mim- e acredite em mim, significa tudo - realmente aprecio este livro tanto quanto, se não mais. Dancing The Dream foi lançado muito discretamente em junho de 1992, no seguimento de sua autobiografia, Moonwalk (1988). Ele não recebeu tanta atenção e na única entrevista que Michael fez para promovê-lo, ele a descreveu como "apenas uma expressão verbal do que eu costumo expressar através de minha música e minha dança." E essa é a sensação de que tenho sempre que folheio este livro. Abra qualquer um dos poemas ou ensaios e é muito fácil para imaginar as palavras que ele tem escrito naquelas páginas com música.

Willa: Concordo, e acho que o próprio Michael Jackson enfatiza isso, ao incluir a letra de "Heal the World" e "Will You Be There", junto com imagens de seus shows e vídeos. Intercalando-os ao longo do livro, ele parece estar mostrando que suas histórias e poesias não são algo separado do trabalho que geralmente é conhecido. Eles estão todos interligados: suas poesia e canções, seus desenhos e vídeos, sua dança e seu corpo, a totalidade de sua arte musical e visual.

Joie: Cada poema e ensaio são lindamente escritos, expressão honesta do que estava em seu coração. Todo o amor e paixão que ele mesmo derramou em cada canção e em cada dança estão ali entre as páginas. Toda a preocupação com o meio ambiente, toda a compaixão e amor pela humanidade, toda a maravilha da mágica e espiritualidade. Eu realmente tenho a sensação de que estes são seus pensamentos mais profundos – suas esperanças e sonhos pelo planeta e pela espécie humana – descubro ao mesmo tempo uma forma fascinante e agridoce.

Willa: Joie, você acabou de tocar em algo muito importante, eu acho, quando você falou sobre "todo o amor e paixão que ele derramou em cada canção e cada dança." Quando estávamos falando sobre "Don’t Stop" algumas semanas atrás e suas ideias sobre a Dança da Criação, eu continuava a sentir que, para ele, sua criatividade e sua espiritualidade têm uma dimensão muito física, e elas estão intimamente ligadas com a dança e a energia sexual também. Eu não era capaz de me expressar muito bem sobre isso e ainda estou lutando para colocar o que sinto em palavras. Mas acho que elas são tão profundamente ligadas para ele, porque todas elas são expressões de amor e paixão: paixão criativa, a paixão sexual, a paixão espiritual e, acima de tudo, compaixão. Estão todas interligadas por ele e todas as expressões da "dança eterna da criação.”.

Joie:Willa, eu acho que entendo onde você está tentando chegar aqui e você está certa, ele se sente como se tudo fosse intrinsecamente interligados, porque, como você diz, elas são todas expressões de amor e paixão. Isso me faz pensar em suas palavras de "Amor", um dos ensaios de Dancing The Dream, onde ele diz:

"Quando se tem permissão para ser livre, o amor é o que torna a vida viva, alegre e nova. É a essência e energia que motiva minha música, minha dança, tudo. Enquanto o amor está em meu coração, está em todo lugar."

Para ele o amor é a energia que motiva... tudo! Você sabe, Willa,quanto mais eu falar sobre este livro e quanto mais eu ler e reler cada poema e ensaio, mais reforça a ideia de que este livro é realmente apenas uma representação física do seu coração. O amor - em todas as suas formas - foi o fator motivador em tudo que ele fez... em cada canção que ele escreveu, em cada nota que cantou, em cada movimento de dança que seu corpo executou, em todas as causas de caridade e humanitárias que ele apoiou. E este livro é uma manifestação física disso.

Willa: Eu realmente sinto isso também, Joie. Você sabe, falar sobre o amor tende a nos deixar desconfortáveis. Mas como você diz, "Amor - em todas as suas formas - foi o fator motivador em tudo que ele fazia." É a energia que lhe alimenta, a luz que lhe orienta, o calor que lhe conforta e o torna forte. Mas, como ele também enfatiza ao longo deste livro, antes que possamos realmente amar os outros, temos que conhecer a nós mesmos. E isso significa abraçar totalmente as nossas forças e nossos talentos, que pode ser ainda mais difícil do que reconhecer as nossas fraquezas.

Você já teve a sensação de que uma ideia - algo importante - está te empurrando na borda de seu cérebro, e você não consegue ignorá-la, mas você não consegue compreendê-la também? Eu tive esse sentimento desde que começamos a falar sobre A Força e a Dança da Criação - que há algo muito importante e poderoso aqui, mas não sou muito capaz de vê-lo ou compreendê-lo ainda. E acho que isto se liga com uma citação de Marianne Williamson, que foi publicada na escola Montessori do filho:

"Nosso medo mais profundo não é o de sermos inadequados. Nosso medo mais profundo é que somos poderosos além da medida. é a nossa luz, não nossa escuridão, é que mais nos apavora. Nós nos perguntamos: Quem sou eu para ser brilhante, maravilhoso, talentoso e fabuloso? Na verdade, quem é você para não ser? Você é um filho de Deus. Fazer papel pequeno não serve ao mundo. Não há iluminação em se encolher para que outras pessoas não se sintam inseguras ao seu redor. Somos todos feitos para brilhar, como fazem as crianças. Nascemos para manifestar a glória de Deus que está dentro de nós. Não é apenas em alguns de nós, está em todos. E conforme deixamos nossa própria luz brilhar, inconscientemente damos às outras pessoas permissão para fazer o mesmo. E conforme nos libertamos do nosso medo, nossa presença automaticamente liberta os outros.”

Joie: Isso é como uma citação bela e inspiradora!

Willa: Não é maravilhosa? Eu costumava lê-la todos os dias quando eu pegava meu filho na escola, e ressoou profundamente em mim. Conheço o medo de ser muito poderoso, muito visível, muito influente, demais. Acho que muitas pessoas, especialmente as mulheres, experimentam esse medo. Mas "papel pequeno não serve ao mundo." Como ela diz, "Somos todos feitos para brilhar, como fazem as crianças.”.

Vejo Michael Jackson expressar ideias muito semelhantes ao longo de Dancing the Dream. E ele não está falando sobre ser ofensivo e agressivo. Pessoas que trabalharam com ele muitas vezes mencionam a sua humildade genuína e natureza gentil. Ele está falando de conhecer seus pontos fortes e talentos e habitá-los totalmente. Como ele diz em "O Céu é Aqui", um dos meus poemas favoritos de Dancing the Dream,

Don’t be afraid

To know who you are

You are much more

Than you ever imagined


Não tenha medo

De saber quem você é

Você é muito mais

Do que você imagina

Michael Jackson não era apenas um artista incrível, ele era uma figura cultural tremendamente poderosa. E ele era poderoso, porque ele sabia quem ele era.

Ele também não teve medo de revelar quem ele era. Ele era uma criança maravilhosamente talentosa que com confiança entrou no palco, quando todos sabiam que uma criança não poderia cantar e dançar daquele jeito. Ele se tornou o artista mais bem sucedido de todos os tempos, quando todos sabiam que uma criança estrela se torna um adulto viciado em drogas. Ele foi um homem negro incrivelmente sexy em uma época em que todos sabiam que os homens negros tinham que esconder a sua sexualidade de modo que não fosse muito ameaçador. Ele mudou os significados de sua raça, quando todos sabiam que era impossível. Ele foi o artista mais importante do nosso tempo, quando todos sabiam que estrelas pop eram muito superficiais para criar arte séria. E ele capturou a imaginação de bilhões de pessoas em todo o mundo, porque ele sabia quem ele era.

E ele não deixou ninguém definir quem ele era. Sempre que leio principais artigos sobre ele, fico constantemente impressionada de ver quão indignados eles ficavam por ele não estar em conformidade com as suas expectativas. Ele não obedeceu. Ele foi maravilhoso e único a si mesmo. Ele sabia quem ele era e no que acreditava, ele se manteve verdadeiro a esta visão e mudou o mundo.

Joie: Essa é uma maneira muito profunda de colocar isso, Willa, e você está absolutamente certa. Ele sabia exatamente quem ele era e não teve medo de mostrar isso. E por causa de todas aquelas coisas que você acabou de mencionar, e mais, eu sempre pensei nele como uma das pessoas mais corajosas que já agraciou este planeta. E o que você disse me lembra o que ele diz em "Courage", outro de seus ensaios em Dancing The Dream, que eu sei que você e eu igualmente amamos. Ele diz o seguinte:

"Quando você tem a coragem de ser íntimo, você sabe quem você é, e você está disposto a deixar que outros vejam isso. É assustador, porque você se sente tão vulnerável, tão aberto à rejeição. Mas sem auto-aceitação, o outro tipo de coragem, o tipo que heróis mostram nos filmes, parece oca. Apesar dos riscos, a coragem de ser honesto e íntimo abre o caminho para a auto-descoberta. Ela oferece o que todos queremos, a promessa de amor.”

A coragem de saber quem você é e deixar o outro vê-lo. Assim, tal como no poema,"O Céu é Aqui", ele repete esta idéia no ensaio que me diz que era um conceito que significava muito para ele "Coragem." - Essa idéia de ser verdadeiro a si mesmo e saber quem você é.

Willa: Eu amo “Coragem,” especialmente a passagem que você acabou de citar. Ele expressa suas ideias de modo simples, mas poderosa, porém, isso não significa que estas eram ideias simples. Como ele explica:

“Expressar seus sentimentos, não é o mesmo que desmoronar diante do outro – é ser aceito e verdadeiro ao seu coração, seja o que puder dizer.”

Realmente, essa é uma distinção muito importante. Ele não está falando sobre ser um caso perdido e "desmoronando na frente de alguém", deixar seus medos e emoções governarem você. Nem um pouco. Não é isso que ele quer dizer com “a coragem de expressar sentimentos verdadeiros.” Ele está falando sobre autoconhecimento, sobre saber quem você é e ter a coragem de ser honesto e “verdadeiro ao seu coração". Verdadeiro a si mesmo e suas convicções.

Joie: Exatamente! Ele ecoa isso novamente no ensaio "Trust", quando diz:
“Ao aceitar-se completamente, a confiança torna-se completa. Não há mais qualquer separação entre as pessoas, porque não há mais qualquer separação interior. No espaço onde o medo costumava viver, o amor é permitido crescer.”

Willa:Oh, eu amo isso! Eu acho que muitas vezes somos guiados pelo medo de que outras pessoas não vão gostar da pessoa que somos, assim fingimos ser algo que não somos e então somos regidos pelo medo de que seremos descobertos . Mas se pudermos aceitar a pessoa que somos, esse medo vai embora e, como ele diz,"No espaço onde o medo costumava viver, o amor é permitido crescer." Eu realmente acredito que é verdade.

Joie: Esta ideia de saber quem é você é um dos temas centrais que percorre todo o livro.

Willa: Concordo. Ele repetidamente fala sobre a importância de sermos honestos a nós mesmos e cultivar o autoconhecimento, não apenas para nosso próprio benefício, mas para o benefício de todos. Ele repete essa ideia e mostra as implicações globais em "Aquele No Espelho":
“A dor da vida me toca, mas a alegria da vida é muito mais forte”. E ela irá curar. A vida é o curador da vida; e o máximo que posso fazer para a terra é ser seu amoroso filho. Aquele no espelho estremeceu e se encolheu. Ele não tinha pensado muito sobre o amor. Ver "problemas" era muito mais fácil, porque o amor significa completa auto-honestidade. Ouch! ...Teria que mudar o mundo? Eu acho que sim, porque a Mãe Terra nos quer felizes para amá-la como tendemos as suas necessidades. Ela precisa de pessoas destemidas ao seu lado, cuja coragem provém de uma parte dela. ... Quando aquele no espelho está cheio de amor por mim e por ele, não há espaço para o medo. Quando ficamos com medo e em pânico, nós paramos de amar esta nossa vida e esta terra. Nós desconectamos...

Uma coisa eu sei: eu nunca me sinto só, quando sou filho da terra.”

Joie: Willa, eu adoro isso! Essa passagem que você citou só me faz pensar na letra da música "Shout", quando diz: "Estamos desconectados do amor / Estamos desrespeitando um ao outro/ O que aconteceu com proteger um ao outro?" Acho que ele está se referindo a mesma coisa aqui. Ser desligado do amor - o amor pelo planeta e do amor de um pelo outro. Se pudéssemos voltar a este respeito, isso mudaria o mundo? Michael acreditava que mudaria.

E, você sabe, outro tema central deste livro é a ideia de que estamos todos conectados uns aos outros e ao planeta, e nós exploramos esse aspecto em Dancing the Dream, em detalhe, durante a nossa discussão sobre A Força há duas semanas. Mas há um outro tema que percorre todo o livro que eu acho tão atraente quanto os dois primeiros que já vimos - a espiritualidade. Ele lida com ela em vários poemas e ensaios ao longo do livro. Mas há dois que realmente se destacam para mim. O primeiro é "Deus" e o outro é "Dois Pássaros".
Em "Deus", ele aborda o tema principal da espiritualidade quando diz:

"é estranho que Deus não se importa em expressar a Si mesmo / A Si mesmo em todas as religiões do mundo, enquanto as pessoas ainda se apegam à noção de que seu caminho é o único caminho certo. O que quer que você tente dizer a respeito de Deus, alguém vai se ofender, mesmo se você diz que o amor de todos por Deus é bom para eles.”

Willa: Acho que esta é uma declaração brutalmente honesta. Tão simples e, ainda assim, tão verdadeira. E isso diz muito sobre a nossa visão coletiva de Deus e da espiritualidade. Basicamente, é uma escolha muito pessoal e nenhum de nós tem o direito de condenar ninguém, se os seus pontos de vista sobre Deus são diferentes das nossas. Mas ainda assim, isso acontece várias vezes na nossa sociedade e em todas as culturas do mundo. E acho, inclusive, que este ensaio em seu livro foi uma coisa muito corajosa para ele fazer.

Em "Two Birds" ele avança sobre isso, de uma forma muito mais sutil, quando ele escreve um poema de amor à sua alma. Ele diz:

"Dois pássaros pousam em uma árvore. Um come cerejas, enquanto o outro observa. Dois pássaros voam pelo ar. A canção de um cai do céu como cristal, enquanto o outro se mantém em silêncio. Dois pássaros circulam ao sol. Um captura a luz em suas penas prateadas, enquanto o outro espalha as asas da invisibilidade.

é fácil adivinhar qual ave sou, mas eles nunca vão achar você...
Doce pássaro, minha alma, o seu silêncio é tão precioso. Quanto tempo levará até que o mundo escute a sua música na minha?
Oh, este é um dia pelo qual anseio! "
Willa:Esta é uma imagem tão interessante para mim, Joie. Podemos vê-lo lutando com a ideia de seus eus públicos e privados por todo o seu trabalho, mas ele a apresenta de forma diferente aqui - como dois pássaros. Um deles tem uma presença física: ele come, ele canta, ele reflete a luz em suas penas. O outro não: ele não come, ela não canta e a luz solar passa através de suas asas invisíveis. Um pássaro – seu eu público - é facilmente visto. O outro - o seu eu privado, sua "alma" -é muito mais difícil de perceber. Mas ele anseia pelo dia em que ambos serão reconhecidos: quando "o mundo ouvirá sua música na minha." Essa é uma imagem tão linda, especialmente a sugestão de que sua música - a "música" do pássaro invisível - é a expressão de sua alma.

Joie: Concordo.

Willa: Ele baseia-se nessa ideia em "Uma criança é uma canção", e expande para abranger todos nós:

"Mesmo que você nunca tenha escrito uma música, sua vida é uma canção...Viver é ser musical, começando com a dança no sangue em suas veias. Tudo que é vivo tem seu ritmo. Para sentir cada um, suavemente e com atenção, traga a sua música.

Você sente a sua música?

As crianças sentem, mas uma vez que crescemos, a vida se torna um fardo e uma tarefa, e a música enfraquece...

Quando começo me sentir um pouco cansado ou sobrecarregado, as crianças me revivem. Dirijo-me a elas por vida, por música nova. Dois olhos castanhos me olham tão profundamente, tão inocentemente e por dentro murmuro: "Esta criança é uma canção." é tão verdadeiro e direto... estou de volta para mim mais uma vez. "

Joie: Willa, eu amo quando ele diz: "Viver é ser musical. "Alguma coisa sobre essa frase é muito lírico e poético para mim. Quantas pessoas iriam pensar sobre o próprio sangue que flui através de nossos corpos como sendo musical? Acho isso fascinante!

Você sabe, já conversamos sobre todos os diferentes temas deste livro - a ideia de que estamos todos conectados, a crença de que devemos nos esforçar para conhecer e aceitar quem somos e sobre o tema da espiritualidade. E ele conecta cada um destes temas com o amor. As várias expressões de amor e paixão que você mencionou anteriormente - paixão criativa, a paixão sexual, a paixão espiritual, a compaixão. Todas as várias formas de amor. Mas, parece-me que há uma forma de amor que não é realmente um tema central deste livro. O amor romântico.

Agora, isso não quer dizer que é completamente ausente, ele faz contato com ele, mas apenas duas vezes. Primeiro em um ensaio chamado "A Última Lágrima", e depois novamente em "Eu, Você, Nós".

No primeiro, ele descreve uma luta terrível entre dois amantes que deixa um deles gritando: "Saia! Estas são as últimas lágrimas que vou chorar por você." E no seu coração partido, ele espera e espera que ela volte, o tempo todo chorando lágrimas de frustração, lágrimas de solidão e lágrimas de desespero. Mas, de repente, ele tem um pensamento de amor e tudo muda.

Ele diz:

"Como é estranho que todas essas lágrimas não possam lavar a ferida! Então um pensamento de amor furou minha amargura. Eu me lembrei de você na luz do sol, com um sorriso tão doce como o vinho de maio. Uma lágrima de gratidão começou a cair e milagrosamente, você estava de volta."

Em seguida, em "Eu, Você, Nós", ele diz:

"Como eu amo esse mistério chamado Nós!... Nós deve ser filho favorito do amor, porque até eu chegar a você, Nós nem mesmo estava lá. Ele chega nas asas de ternura, que fala através de nosso entendimento silencioso. Quando eu rio de mim mesmo, ele sorri. Quando te perdoo, ele dança em júbilo. Nós não é mais uma escolha, não se você e eu queremos crescer juntos... A verdade é que você e eu já teríamos desistido há muito tempo, mas Nós não deixou.Ele é muito sábio."

Acho realmente interessante que nas duas únicas obras onde ele aborda o amor romântico, ele está descrevendo como reparar o amor quando ele racha ou como mantê-lo intacto, em primeiro lugar.

Willa: Bem, dependendo de como você interpreta as palavras dele, o amor romântico aparece em outros lugares. Por exemplo, eu acho que ele toca isto em "Coragem". Isso pode soar como um título improvável para um ensaio sobre o amor, mas para mim é o mais romântico de todos, porque ele está falando "a coragem de ser íntimo." Como você citou anteriormente, Joie, "Quando você tem a coragem de ser íntimo, você sabe quem você é e você está disposto a deixar que outros vejam isso.”.

Joie: Isso é interessante, Willa. Realmente nunca pensei sobre "Coragem", como sendo romântico, mas eu suponho que eu possa entender desde que ele está falando sobre ter a coragem de ser emocionalmente íntimo com outra pessoa. E, assim como em suas canções e seus curtas-metragens, seus poemas e ensaios podem ter múltiplas interpretações, bem, assim, eu acho que faz todo o sentido.

Willa: Você está certa, pode ser interpretado de diferentes maneiras e, realmente, acho que é muito limitante ler "Coragem" aplicando apenas o amor romântico. A necessidade de "coragem de ser íntimo" é certamente o caso das relações românticas, mas é verdade de outros relacionamentos, bem como, na verdade, de todos os relacionamentos humanos genuínos. De muitas maneiras, vejo esta "coragem de ser íntimo", "saber quem você é e... deixar que outros vejam isso", como a ideia central do Dancing The Dream.

Você sabe, Joie, Michael Jackson é um milagre de fogo e gelo para mim - tão gentil e tão forte. Em sua obra vejo uma sensibilidade requintada, Mas é em sua vida que vejo a força incrível. Repetidas vezes ele enfrentou provações que ninguém deveria enfrentar. Ele atravessou uma tempestade de fogo após outra. Ele é tão sensível e delicada, porém tão forte. Isso parece tão contraditório - como fogo e gelo - mas eles conviveram nele. Como isso é possível? Acho que a chave para este mistério está escrito neste livro.

Joie: Concordo com você completamente, Willa. Ele realmente era muito contraditório em alguns momentos. Tão inocente como criança, maravilha justaposta com experiência, maturidade inteligente. Terrivelmente tímido ao redor de estranhos, mas, no entanto, uma presença tão dominante no palco.

Willa: Isso é verdade. Muitas contradições coexistem dentro dele.
Então, Michael Jackson Academia Projects acaba de divulgar um novo vídeo de duas partes sobre o álbum History e nós pensamos em concluir, compartilhando-os.

Aqui está o capítulo um:



E aqui está o capítulo dois:


Fonte: http://dancingwiththeelephant.wordpress.com/2012/02/23/dancing-with-michaels-dream/
Tradução: http://www.michael-iloveyoumore.blogspot.com.br/
....................
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Michael para sempre!!   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Michael para sempre!!
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» BTK App Bill: ''Namorados Para Sempre...
» O que todos devem saber antes de abrir a boca para falar mal de Michael Jackson!!!
» Bilhete: Michael manda um bilhete para os melhores fãs do mundo no Seminário Dia dos Namorados
» Tributo a Michael Jackson será transmitido ao vivo via Facebook
» Curiosidades interessantes da vida de Michael Jackson

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
MJ Man In The Mirror :: My Love...-
Ir para: